Reinaldo Azambuja estuda mudanças na previdência de MS

Economia, MS, Política

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) revelou nesta terça-feira (26) que o deficit previdenciário de Mato Grosso do Sul está em R$ 1 bilhão e que o montante cresce 20% a cada ano. Para diminuir o rombo, Reinaldo falou em “cortar privilégios” e ainda revelou que o Governo deve elaborar uma mudança na previdência estadual.

Azambuja falou sobre o assunto durante encontro varejista realizado no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo, na Capital.

Conforme o governador, medidas do governo Temer como as reformas trabalhista e previdenciária são essenciais para a melhoria do cenário econômico nacional e, em consequência, regional.

Em relação ao rombo previdenciário, que a cada ano aumenta, Reinaldo disse que estuda encaminhar à Assembleia uma nova legislação previdenciária. Segundo ele, não se trataria de uma reforma na previdência a exemplo do que acontece em cenário nacional, mas sim “adequações da nossa previdência para reduzir o déficit”. Sem detalhar, o governador também falou sobre cortar privilégios de um grupo.

Outro assunto comentado pelo governador, o 13º salário do funcionalismo, segue alvo de ações do Estado. Para que haja dinheiro em caixa, Reinaldo diz contar com recursos federais como fundo fiscal e fundo de exportação, além dos tributos da Lei Kandir.

“Antes de 2014 existia uma utopia e agora estamos pagando o pato”, disse o governador ao afirmar que as dificuldades econômicas enfrentadas no Estado hoje são reflexos da crise praticamente ignorada em 2014.

Fonte: Midiamax

Deixe uma resposta