quarta-feira, julho 18

Dia: 31 de outubro de 2017

Suposto documento informa que Prefeitura de Dourados não tem dinheiro para pagar férias de funcionários

Suposto documento informa que Prefeitura de Dourados não tem dinheiro para pagar férias de funcionários

Dourados, Economia, Política
Um suposto documento oficial da Prefeitura de Dourados que está circulando nas redes sociais e gerando protesto dos servidores, informa que o funcionário terá que abrir mão do pagamento das férias e receber o abono somente quando a situação financeira da administração municipal se estabilizar. Na prática, o trabalhador que tem direito às férias poderá tirá-las, mas só receberá seu abono quando a prefeitura tiver possibilidade de realizar o pagamento. Mostra nesse suposto documento que o funcionário deverá assinar um contrato, concordando em tirar as férias no período solicitado e abrir mão do abono, por enquanto, e receber futuramente, quando a prefeitura tiver possibilidade financeira. Se o documento realmente for confirmado, este é o terceiro sinal de crise no primeiro ano de manda
Délia firma contrato com a Caixa para obras de infraestrutura

Délia firma contrato com a Caixa para obras de infraestrutura

Dourados
A prefeita Délia Razuk assinou na manhã desta terça-feira, quatro contratos com a Caixa Econômica Federal visando aos repasses de R$ 2.350.000,00 de recursos da União para a execução de obras de infraestrutura urbana. Os contratos foram assinados com o gerente da agência Dourados, José Zani Carrascosa, e a gerente da Filial de Governo em Dourados, Paula Schwind. São recursos de emendas parlamentares. O primeiro contrato, da ordem de R$ 1 milhão, do Ministério das Cidades, por meio de emenda parlamentar do senador Pedro Chaves (PSC), será destinado para obras de drenagem de águas pluviais, pavimentação asfáltica, sinalização viária e calçamento no bairro Jóquei Clube. São R$ 987,6 mil de repasse da União e R$ 12,4 mil de contrapartida do município. O segundo contrato, no valor de R$ 6
Aprovado projeto que aumenta prazo para mototaxista utilizar o veículo

Aprovado projeto que aumenta prazo para mototaxista utilizar o veículo

Dourados, Política
Os vereadores de Dourados aprovaram durante a sessão ordinária, desta segunda-feira (30), quatro projetos de lei e três projetos de decreto legislativo. Dentre os de lei foi aprovado com emenda, em segunda discussão e votação, por unanimidade o que altera a Lei nº 2.152/1997 que dispõe sobre a exploração dos serviços de mototáxi, de autoria dos vereadores Bebeto (PR) e Alan Guedes (DEM). O Projeto aumenta o prazo na utilização de motocicletas no serviço de mototáxi em Dourados, considerando o modelo de fabricação, especificado no documento do veículo. Conforme noticiado ontem pelo DouradosAgora, em primeira discussão e votação o Projeto de Lei de nº 093/2017 de autoria do vereador Olavo Sul (PEN), que dispõe sobre a proibição da utilização de cerol ou qualquer outro tipo de materi
Uso de cerol e linha chilena em pipa vai gerar multa de R$ 468 em Dourados

Uso de cerol e linha chilena em pipa vai gerar multa de R$ 468 em Dourados

Dourados
A Câmara Municipal de Dourados aprovou em primeira votação durante sessão da noite desta segunda-feira (30) projeto que traz penalidades para quem utilizar linhas cortantes com cerol ou semelhantes, bem como linha chilena para empinar pipas. O estabelecimento que descumprir a lei poderá ter alvará cassado e a pessoa flagrada ou seu responsável pagará multa de meio salário mínimo - R$ 468,50. Fabricado com vidro moído, o cerol é aplicado com cola sobre a linha da pipa. Como esse processo dá um pouco de trabalho para ser fabricado, a linha chilena comprada em estabelecimentos comerciais são mais utilizadas devido a praticidade. O problema é que esse material é resistente e provoca maior estrago. De autoria do vereador Olavo Sul (PEN), que é Guarda Municipal, o projeto segue para segund
“Votei por Dourados e não contra os professores”, afirma Idenor Machado

“Votei por Dourados e não contra os professores”, afirma Idenor Machado

Dourados, Política
O vereador Idenor Machado (PSDB) explicou que o Projeto de Lei nº 023/2017, que alterou a Lei Complementar 267/2016, aprovado durante sessão extraordinária de quarta-feira (25), contemplou o mesmo calendário de incorporação ao piso salarial dos professores da rede municipal de ensino. Machado apontou que a alteração do projeto modificou apenas a forma de pagamento, ou seja, os benefícios serão provenientes do royalties decorrentes da exploração de petróleo, gás natural, pré-sal e outros hidrocarbonetos fluidos sob o regime de concessão. Idenor relata que o Plano Nacional de Educação apresenta metas estruturantes para garantir o direito à educação básica com qualidade e, segundo ele, a meta 17 prevê a valorização dos profissionais do magistério das redes públicas de educação básica, de fo
Sergio Nogueira esclarece votação das alterações do PL 267/2014

Sergio Nogueira esclarece votação das alterações do PL 267/2014

Dourados, Política
Após os desentendimentos por conta da aprovação da Câmara de Vereadores do projeto de iniciativa da prefeita Délia Razuk (PR), que alterou a Lei Complementar 267/2014, o vereador Sergio Nogueira (PSDB) divulgou vídeo em sua página do Facebook esclarecendo à população sobre a votação. Conforme o parlamentar, o projeto chegou à Casa de Leis trazendo informações sobre o impacto na folha de pagamento do município de R$ 2.300.000,00. A alteração na Lei muda o Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR) da categoria e altera a equiparação do rendimento médio de docentes do Ensino Básico Público com demais profissionais com escolaridade equivalente. “A questão dos adicionais foi discutida em 2014, quando eu estava como presidente da Comissão Permanente de Educação, e eu tinha justamente luta
Professores prometem incomodar vereadores contra projeto de valorização

Professores prometem incomodar vereadores contra projeto de valorização

Dourados, Política
Professores da rede municipal de ensino em Dourados prometem incomodar os vereadores que votaram pela aprovação do projeto de Lei 13/2017 que altera a política de valorização profissional do Magistério. Ao ocupar a tribuna da Câmara Municipal na noite desta segunda-feira (30), a presidente do Sindicato Municipal dos trabalhadores em Educação (Simted), Gleice Barbosa, disse que a categoria "vai bater de porta em porta, vai pra feira, frente das igrejas e dizer pro povo o que acontece em Dourados" De autoria do Executivo, os vereadores aprovaram o projeto na quarta-feira passada, depois de fracassadas tentativas na segunda e na terça, devido ao intenso barulho que os educadores fizeram na Câmara. Na quarta somente 50 puderam entrar na Casa de Leis. Gleice Barbosa criticou manife
MP pede que vereador pague R$ 669 mil por improbidade

MP pede que vereador pague R$ 669 mil por improbidade

Destaque, Dourados, Política
O Ministério Público de Mato Grosso do Sul, por meio do Promotor de Justiça Ricardo Rotunno, titular da 16ª Promotoria de Justiça, ingressou com ação civil pública pedindo a condenação do ex-presidente da Câmara Municipal de Dourados, o vereador Idenor Machado, pela reparação por danos morais coletivos e multa, no valor de mais de R$ 669 mil, por ato de improbidade administrativa. Conforme consta nos autos, Idenor Machado, enquanto presidente da Casa Legislativa, no ano de 2011, determinou a exclusão de dados do sistema de informação, mediante a utilização do software CCleaner, para impossibilitar o acesso do Ministério Público Estadual às informações necessárias que comprovariam a prática dos crimes apurados pela Operação Câmara Secreta. O Promotor de Justiça Ricardo Rotunno explica