Agência de Turismo investigada pela PF faturou R$ 9,6 milhões em contratos com governo

Capa, MS, Polícia

A Polícia Federal cumpriu mandado de busca e apreensão na Agência de Turismo Aquiduana Tur nesta sexta-feira, 24 de novembro. A empresa recebeu do Governo do Estado R$ 9,6 milhões entre 2012 e 2016. Também foi cumprido mandado de busca e apreensão na residência da proprietária da empresa Ângela Miyuki Yasunaka Herradon.

A empresa de Turismo consta como fornecedora ativa do governo do Estado. No portal da transparência consta que o poder Executivo repassou em 2012 R$ 3,4 milhões para a compra de passagens. Em 2013, foram pagos para a empresa de turismo R$ 4 milhões. Em 2014 a agência recebeu R$ 1,5 milhão. Em 2015 o repasse foi de R$ 750 mil.

O contrato entre a Aquidauana Tur e a Secretaria de Governo era para aquisição de passagens aéreas nacionais e internacionais.

A empresa é suspeita de superfaturamento na venda de passagens aéreas e terrestres a órgãos públicos, entre os anos de 2012 e 2016. Após vencer licitações junto à Administração para fornecimento de passagens nacionais e internacionais, a empresa teria superfaturado preços de bilhetes por meio de fraude na cobrança, gerando prejuízo aos cofres públicos. A proprietária teria desenvolvido um sistema próprio, que permitia a ela alterar o valor das passagens acima do preço real.

Fonte: TopMidiaNews

Deixe uma resposta