quarta-feira, outubro 17

Profissionais da Reme criam espaços diferenciados para receber alunos após as férias

Reuniões pedagógicas, serviços de manutenção e a criação de espaços que potencializem os projetos pedagógicos dos professores fazem parte do cronograma de atividades dos profissionais da Rede Municipal de Ensino (Reme), que não saem de férias junto com os alunos.

Enquanto os estudantes desfrutam de duas semanas de descanso, várias unidades estão recebendo pinturas, limpeza e passando por reparos para garantir a qualidade do atendimento à comunidade escolar no próximo semestre.

Entre as unidades que está passando por uma repaginada na área externa, está a Carlos Vilhalva Cristaldo, no Jardim Aeroporto. Além da pintura da calçada, revitalização do jardim e organização das salas, para revigorar o ambiente, a diretora-adjunta Luciani Coelho Guindo explica que a grande novidade será a construção, em alvenaria, de dois espaços de leitura que contemplarão desde os alunos da pré-escola até os anos finais do Ensino Fundamental da escola, que atende 1.348 alunos.

A ideia dos espaços foi dos professores de Educação Física Claudecir Brito e Neilton Cesar Benites e vai contar com a ajuda da professora de Artes, Célia Mara Godoy, que vai colaborar na decoração do espaço de leitura da pré-escola.

Segundo Luciani, a ideia é incentivar a leitura, oferecendo duas áreas atrativas que contarão, inclusive, com bancos feitos de garrafas PET e tapetes na área destinada à pré-escola. Já o cantinho da leitura destinado aos alunos do Ensino Fundamental será feito sob a sombra de uma árvore, proporcionando um ambiente de tranquilidade. “Os professores irão utilizar os espaços de leitura na medida dos seus planejamentos, enriquecendo os projetos que já desenvolvemos”, explicou Luciani.

Já na escola Marina Couto Fortes, no bairro Guanandi, o reaproveitamento de uma sala para a criação de um laboratório de Matemática vai surpreender os alunos quando voltarem das férias. A ideia faz parte do projeto do professor Anselmo Filgueira, que leciona a disciplina na unidade e inscreveu sua iniciativa no prêmio Professores do Brasil, organizado pelo MEC, que terá premiação regional, estadual e nacional e tem a proposta de reconhecer, divulgar e premiar trabalhos de professores que contribuem para a melhoria dos processos de ensino e aprendizagem desenvolvidos nas salas de aula.

Após a pintura e reforma dos móveis, o espaço vai receber jogos de madeira, desenvolvidos por alunos do 9º ano, que produziram os brinquedos educativos para ensinar matemática básica aos alunos especiais.  “Eu propus que eles realizassem as pesquisas em grupos e criassem jogos que ajudem as crianças a compreender os conceitos das quatro operações. Com isso, eles também acabaram revendo conteúdos dos anos iniciais do Ensino Fundamental”, ressaltou o professor.

O resultado foram jogos de tabuleiro, onde, a partir do lançamento de dados, os alunos avançam do jogo conforme acertam as respostas das operações. Além dos jogos desenvolvidos pelos alunos, o espaço também terá brinquedos adquiridos pela escola também voltados ao desenvolvimento do raciocínio.

“Quando o aluno tem um espaço específico para trabalhar uma disciplina, os resultados de aprendizagem são bem melhores porque eles têm um professor que atende àquela disciplina”, disse a diretora da escola, Elimar Nery Mourão, que está ajudando a transformar a antiga sala de aula no laboratório.

Ceinfs

Os pequenos que estudam em centros de educação infantil (ceinfs) da Reme também terão surpresas na volta às aulas. Com criatividade, os profissionais estão otimizando salas que irão oferecer atividades lúdicas para incrementar a aprendizagem.

No Ceinf Clotilde Chaia, por exemplo, o diretor Ricardo Henrique de Souza e a equipe de profissionais que atua na unidade estão revitalizando o parquinho de pneus, criado há cinco anos e que contempla as turmas do berçário até a creche 2. Além da pintura nova, peças estão passando por reparos e pneus sendo substituídos.

Mas a grande novidade é a reativação de um espaço de leitura e da videoteca, que já conta com DVDs de temas variados, que irão auxiliar nas aulas e projetos pedagógicos específicos.

O local irá dividir espaço com os livros e está sendo organizado no antigo almoxarifado do ceinf. Com a pintura finalizada, o diretor já está organizando o material. A unidade também está ganhando nova pintura na área externa e uma cobertura de zinco para a realização de atividades físicas em dias de chuva.

“Esses espaços incentivam as crianças a aprender porque têm o lúdico como foco. Os alunos adoram, além de oferecer mais recursos pedagógicos aos professores”, comentou.

Obrigado pela sua participação!