quarta-feira, outubro 17

Homem mata duas filhas e a esposa gravida de 4 meses

Homem mata as duas filhas e a esposa grávida de 4 meses e esconde os três corpos em tanques de gasolina para abafar o odor da putrefação. Acusado apresenta outra versão, mas é contestado pela promotoria

A Justiça do Colorado (EUA) acusou oficialmente Christopher Lee Watts, de 33 anos, pelas mortes de suas duas filhas e da sua esposa. A mulher estava grávida de quatro meses.

De acordo com a denúncia apresentada pelo procurador Michael Rourke, o homem assassinou Bella, de 4 anos, Celeste, de 3, e a mulher, Shannan, 34, e ocultou os cadáveres em tanques de gasolina no campo de petróleo Anadarko Petroleum, no norte do estado.

Durante audiência, Watts alega que assassinou ‘apenas’ a esposa, estrangulando-a até a morte em um ‘ataque de raiva’ após tê-la flagrado tentando matar a filha mais nova.

O homem afirma que Celeste, de 3 anos, estava sendo sufocada por sua esposa, e que Bella já estaria morta. No entanto, a promotoria desconsidera essa versão. Segundo o The Washington Post,Watts matou todas elas.

Além das acusações de homicídio, Christopher Watts também responderá por adulterar a cena do crime e por ocultar os cadáveres.

Problemas financeiros

Segundo a CNN, Chris e Shannan Watts vinham tendo problemas financeiros e, em 2015, chegaram a abrir um processo de falência.

Familiares afirmam que o casal faria uma festa para revelar o sexo do bebê no último fim de semana. O terceiro filho seria um menino e já tinha até nome escolhido: Niko.

Antes de os corpos das vítimas serem encontrados, Chris chegou a dar entrevistas como pai e marido desesperado que não teria notícias da mulher e das filhas.

Horas depois de dar uma entrevista para uma emissora de televisão, ele foi preso como único suspeito dos crimes. Quem denunciou o desaparecimento das três foi um amigo da família.

“Este é absolutamente o pior cenário que qualquer um de nós poderia imaginar”, afirmou John Camper, investigador de polícia do Colorado.

Obrigado pela sua participação!