ter. jun 25th, 2019

Operação Hacker de Papel tem ex-presidente de Câmara como alvo

Na manhã de hoje (11), o Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) e a Promotoria de Justiça de Brasilândia (MS) deflagraram a “Operação Hacker de Papel”, cumprindo três mandados de busca e apreensão e dois mandados de medidas cautelares pessoais diversas da prisão, do ex-presidente da Câmara de Brasilândia Paulo Sérgio de Abreu e seu sobrinho Elielyton Abreu Martins Cordeiro.

A investigação apura os crimes de integrar organização criminosa, extorsão, estelionato e lavagem de capitais, contra diversas vítimas, inclusive outros Vereadores do mesmo Município.

Participam da operação quatro promotores de Justiça e 15 policiais militares. Os mandados foram expedidos pelo Juízo da Comarca de Brasilândia.

A operação contou com o apoio do Gaeco de Londrina (PR) e da Promotoria de Justiça de Cornélio Procópio (PR), cidade onde reside um dos investigados. A Delegacia de Polícia Civil de Brasilândia também auxiliou durante as diligências.

O nome da operação “Hacker de Papel” faz alusão à criação de páginas falsas em redes sociais (facebook), perfis denominados “Bras Ney”, “Braz Ney” e outros nomes similares, por meio das quais os investigados realizavam a extorsão das vítimas, campanhas estelionatárias, diversas difamações a agentes públicos, políticos locais de Brasilândia e de Santa Rita do Pardo.

Fonte: Dourados News

Mais  Gangue invade festa e esfaqueia três adolescentes em Dourados