sáb. jul 20th, 2019

Troca Barça-PSG de Neymar por Coutinho e Dembelé tem novidades; Benja revela detalhes

Durante o FOX Sports Rádio da última segunda-feira (18 de junho), o apresentador deu detalhes sobre a possível volta do brasileiro à Catalunha

FOX Sports

A janela de verão europeia segue a todo vapor. Os grandes clubes seguem buscando boas peças para reforçar seus elencos para a próxima temporada. E, o atual rumor que promete parar a Europa é o retorno de Neymar ao Barcelona.

Copa Internacional de Futebol Legends e mais: a semana do FOX Sports

Timaço de craques com R10, Recoba e cia. invade a tela do FOX Sports em torneio de lendas

Durante FOX Sport Rádio da última segunda-feira (18 de junho), o apresentador Benjamin Back deu a informação que a volta do atacante para o clube catalão pode acontecer. Segundo ele, a equipe do Camp Nou busca uma ‘engenharia financeira’ e a saída de outras estrelas pode ajudar na chegada do brasileiro à Espanha.

“Ele vai voltar ao Barcelona? A pessoa falou para mim o seguinte: a chance é muito boa. Eu falei: de 0 a 100? A pessoa falou: 50%. Depende da engenharia financeira. Talvez o Barcelona dispense dois ou três jogadores caros, como Coutinho, Dembelé. Há um certo otimismo sim para que ele volte”, completou Benja.

Corroborando à informação do apresentador, o jornalista Roger Torelló, do Mundo Deportivo, falou com exclusividade ao FOX Sports Rádio. Para ele, a volta de Neymar está mais próxima por conta da entrevista de Nasser El Khelaifi, dono e presidente do Paris Saint-Germain, que abriu as portas para uma eventual saída do brasileiro. No entanto, Torelló apontou condições impostas pelo Barcelona para o retorno do atacante.

“Eu creio que depois da entrevista do presidente do PSG a France Football, há mais chance que ontem. Grande parte dos torcedores do Barcelona não queria que ele voltasse, mas acredito que as coisas estão mudando. A primeira coisa foi o Paris Saint-Germain abrir a porta de saída para Neymar. A segunda seria retirar toda a demanda com o clube catalão, como o bônus de renovação. E a terceira é ele reduzir seu salário e dizer publicamente que a forma que saiu do foi equivocada, pois os dirigentes do Barcelona e a torcida não gostaram”, afirmou o jornalista espanhol.

Mais  Trump assume discurso abertamente racista