qua. out 16th, 2019

Facebook está tentando reduzir publicações apelativas sobre saúde

Atualização está em teste e seu objetivo é diminuir conteúdos e propagandas que podem ser prejudiciais aos usuários

O Facebook percebeu como posts que envolvem questões de saúde podem ser prejudiciais para alguns usuários. Por isso, está tentando fazer que eles apareçam menos na linha do tempo: a plataforma revelou que mudou o ranking de medição do feed de notícias.

Agora, a prioridade de posts que tratam sobre saúde de forma “exagerada e sensacionalista” ou tentam vender produtos e serviços com base em alegações de saúde vai diminuir. Portanto, curas milagrosas, remédios para emagrecer ou outros tratamentos que não têm respaldo científico devem aparecer menos.

A estratégia usada pela rede social é captar frases que normalmente estão presentes nessas publicações e usá-las para prever quando os usuários têm acesso a esses falsos posts. Se o Facebook tiver sucesso nessa medida, publicações desse tipo serão vistas cada vez menos.

Embora a atualização tenha demorado, há uma certa urgência no seu desenvolvimento. Isso ficou claro com o recente caso de grupos privados no Facebook que divulgam a “cura” para o autismo — não apenas era algo falso, mas também extremamente perigoso. A atualização em teste atualmente pode coibir ações do tipo.

Fonte:Engadget

Mais  Nubank quer oferecer pagamentos instantâneos até 2020