dom. set 15th, 2019

PREJUÍZO AOS PEQUENOS Privatização de armazéns da Conab coloca agricultura familiar em risco

Governo Bolsonaro anunciou que vai privatizar ou desativar cerca de um terço dos armazéns da Conab

Armazéns, que estocam alimentos servem para garantir política de preços mínimos aos produtores, devem passar às mãos do agronegócio

São Paulo – O governo Bolsonaro anunciou que pretende privatizar ou desativar 27 armazéns da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Com um total de 92 armazéns distribuídos por todo o país, a estatal é responsável pela política de  preços mínimos de produtos agrícolas, a partir de formação de estoques. A Conab também opera programas de doação de alimentos a segmentos mais vulneráveis da população. Representantes da agricultura familiar dizem que, com a privatização, esses armazéns passarão a serem administrados por empresas do agronegócio, prejudicando o pequeno produtor.

Na última quarta-feira (26), audiência pública realizada na Câmara dos Deputados sobre o tema contou apenas com a participação de representantes do Ministério da Agricultura, do agronegócio e servidores da Conab, sem a presença dos pequenos produtores. A ministra da Agricultura, Tereza Cristina (DEM-MS), que defende a proposta a pretexto de reduzir custos, também não participou.

O coordenador geral da Confederação Nacional dos Trabalhadores da Agricultura Familiar (Contraf Brasil), Marcos Rochinski, criticou a política de desmonte. “Obviamente, vão colocar na mão do agronegócio. Aqueles agricultores, pequenas cooperativas, que muitas vezes dependem desses armazéns públicos para encontrar melhor alternativa de comercialização vão ficar à mercê”, afirmou à repórter Nahama Nunes, para o Jornal Brasil Atual desta quarta-feira (3). Ele cobrou que prefeitos e vereadores dos municípios que dependem de agricultura familiar pressionem o governo federal contra a proposta de privatização.

Já o coordenador da Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar da Região Sul (Fretaf-Sul), Altemir Tortelli, destacou o papel estratégico da Conab no desenvolvimento de políticas públicas realizadas desde o governo Lula que contribuíram para o fortalecimento dos pequenos agricultores, como Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e d Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). “Infelizmente estamos vendo esse desmonte. Na minha opinião, é uma política suicida.”

Mais  Moro autorizou devassa na vida de filha de investigado da Lava Jato para tentar prendê-lo

Ouça a reportagem na íntegra agricultura-familiar-corre-risco-com-pprivatizacao-de-armazens-da-conab

Fonte: RBA