seg. ago 26th, 2019

Preso no RJ, suspeito de planejar morte de “chefão da fronteira” é acusado de lavagem de dinheiro em MS

Investigação realizada pela delegacia de Polícia Federal em Ponta Porã descobriu através de investigações que Elton Leonel Rumich da Silva, o Galã, 35, utilizava contas bancárias abertas em nome de “laranjas” para receber dinheiro do tráfico de drogas.

Em razão da ação foi solicitada à Justiça Federal de Campo Grande a prisão preventiva do suspeito, a qual foi decretada em virtude dos comprovados atos de lavagem de dinheiro, e cumprida na Penitenciária Bangu I, no Rio de Janeiro (RJ), onde ele se encontra detido.

Galã está preso desde fevereiro do ano passado.

Ele foi capturado por policiais civis da Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos do Rio.

O rapaz também é suspeito de participar e planejar o assassinato de Jorge Rafaat Toumani, em junho de 2016, na intenção de tomar conta do tráfico de entorpecentes na região de fronteira entre Brasil e Paraguai. A execução ocorreu em Pedro Juan Caballero, no país vizinho.

A prisão preventiva decretada pela Justiça Federal em MS é a segunda em razão de investigações da Polícia Federal no Estado, sendo a primeira decorrente do envolvimento de Galã com Organização Criminosa dedicada ao tráfico internacional de entorpecentes.

Fonte: Dourados News

Mais  Juiz dissolve júri e cancela julgamento de serial killer após promotor ter mal súbito em MS