ter. ago 20th, 2019

Dourados tem segunda morte por gripe

Dourados teve mais de 90% de cobertura vacinal na campanha contra a gripe (Foto: A. Frota)

Número de mortes causadas pela gripe em Mato Grosso do Sul já chegou a 49, três a mais do que na semana anterior

A Secretaria de Estado de Saúde confirmou em boletim epidemiológico divulgado nesta quarta-feira (31) a segunda morte por gripe em Dourados no ano. Até a semana passada, constava o óbito de uma mulher de 54 anos, ocorrido em 19 de julho. Agora, foi incluída nova vítima fatal, um homem de 42 anos que faleceu no início do mês, dia 7.

Ele foi vítima do subtipo Influenza A H1N1 e não tinha nenhum outro problema de saúde relatado pelos médicos, ao contrário dela, que tinha Hipertensão Arterial Sistêmica, segundo a comorbidade descrita no diagnóstico.

Nesse mais recente boletim epidemiológico, o número de mortes causadas pela gripe em Mato Grosso do Sul já chegou a 49, três a mais do que na semana anterior. A maior parte das vítimas fatais foi diagnosticada com o subtipo viral Influenza A H1N1. Há dois casos de Influenza A H3N2, e três de Influenza A N subtipado.

Dos óbitos ocorridos no Estado neste ano, três foram em Corumbá, seis em Três Lagoas, três em Aquidauana, um em inocência, dois em Rio Verde de Mato Grosso, 18 em Campo Grande, um em Porto Murtinho, um em Mundo Novo, um em Água Clara, um em Naviraí, um em Bela Vista (anteriormente esse caso havia sido erroneamente apontado em Bonito), três em Ponta Porã, um em São Gabriel do Oeste, uma em Sidrolândia, dois em Nioaque, um em Ribas do Rio Pardo, e um em Deodápolis, além dos dois em Dourados.

As notificações de influenza no Estado em 2019 já somam 1.208. Durante todo o ano passado, foram 1.028. Já com relação às mortes causadas pela gripe, na série histórica compreendia pela década recente, iniciada em 2009, somente 2016 foi mais letal que 2019, quando 103 sul-mato-grossenses perderam suas vidas.

Mais  Murilo apresenta a Tereza Cristina projetos de infraestrutura para assentamentos

Fonte: 94 FM