dom. set 15th, 2019

Moagem de cana-de-açúcar chega a 28,9 milhões de toneladas em MS

Colheita da cana-de-açúcar em lavoura no interior de Mato Grosso do Sul (Foto: Divulgação)

Na primeira quinzena de agosto foram 3,4 milhões de toneladas de cana-de-açúcar processadas, 51% acima do mesmo período de 2018

A moagem de cana-de-açúcar da safra 2019/2020 atingiu 28,9 milhões de toneladas até 15 de agosto em Mato Grosso do Sul. O total é 6% acima da safra anterior, segundo a Biosul (Associação de Produtores de Bioenergia).

Conforme os dados do Acompanhando da Safra, na primeira quinzena de agosto foram 3,4 milhões de toneladas de cana-de-açúcar processadas, quantidade 51% acima do mesmo período do ano passado. Como o desempenho foi considerado atípico, a Biosul considera que o número não reflete necessariamente crescimento.

A quantidade de ATR (Açúcares Totais Recuperáveis) por tonelada de cana apresentou queda. No período acumulado da safra, o indicador foi de 130,81 kg, que representam redução de 1,7%. Na primeira quinzena deste mês, o ATR por tonelada de cana foi de 141,90 kg (-6%).

O presidente da Biosul, Roberto Hollanda Filho, diz que a sagra segue no ritmo aguardado. “A pouca ocorrência de chuva na quinzena contribui para o bom ritmo de colheita”, diz.

A produção de etanol hidratado atingiu 1,5 bilhão de litros do biocombustível, volume 12% acima da safra passada. Já na quinzena, a produção foi de 202 milhões de litros, 56% acima do mesmo período do ciclo anterior.

A produção de etanol anidro foi menor no período acumulado da safra, com 368 milhões de litros (-10%). De acordo com a Biosul, nos primeiros 15 dias, foram produzidos 51 milhões de litros (25%). Ao todo, o Estado produziu 1,9 bilhão de litros (+7%). O mix de produção na safra segue com 85% da cana-de-açúcar destinada para a produção de etanol e 15% para açúcar. Na quinzena, o mix para etanol atingiu 87%.

Mais  Bolsonaro pede para seguidores apagarem comentários contra Augusto Aras das redes sociais

Após uma leve recuperação no início da safra, a produção do açúcar voltou a ter queda no comparativo com a temporada passada. Foram produzidos 368 milhões de toneladas, quantidade 8% menor. Na quinzena, a produção do alimento foi de 57 milhões de toneladas (+9,7%).

Fonte: Campo Grande News