dom. set 15th, 2019

Em discurso contraditório, Luciano Huck elogia política econômica de Bolsonaro, mas diz que “país vai implodir”

Luciano Huck e Bolsonaro (Montagem)

O apresentador chegou a dizer que é papel do Estado diminuir a desigualdade do país. No entanto, disse também que a economia neoliberal de Bolsonaro “está correta”

Durante o Exame Fórum, evento da revista Exame, na tarde desta segunda-feira (9) o apresentador da Globo, Luciano Huck, fez longo pronunciamento sobre a desigualdade que já acompanhou pelo país através de ações de seu programa, Caldeirão do Huck, e chamou a atenção inúmeras vezes sobre a necessidade da elite brasileira de deixar de ser passiva e contribuir com mudanças sociais, se não o país vai “implodir”. No entanto, em determinado momento, Huck se contradiz e diz que a agenda econômica neoliberal de Jair Bolsonaro (PSL) é correta e que “as pessoas querem que avance”.

Durante a palestra, Luciano Huck sustentou a ideia de que sua principal bandeira social é a luta contra a desigualdade. E chegou atribuir ao Estado este papel. “Quem tem o poder de mexer no ponteiro da desigualdade é o Estado, mas não quis me aproximar mais, não estou em partido”, disse. “Podia fingir que não era comigo e ficar no aquário do Projac como um peixinho bem alimentado ou poderia me jogar no oceano”, acrescentou, se vangloriando.

Luciano disse que escolheu a segunda opção – de se jogar no oceano – e explicou que não se associou a partidos políticos, como chegou a ser comentado no período pré-eleitoral no ano passado, preferindo apoiar movimentos cívicos. No entanto, não deixou de elogiar o governo neoliberal de Jair Bolsonaro (PSL), que tem anunciado diversos cortes no orçamento de programas sociais, como Minha Casa Minha Vida, Fies e Bolsa Família. Além disso, por ser de direita, Bolsonaro é inimigo declarado da máquina estatal e tem como um de seus principais discursos o “esvaziamento” do Estado.

Mais  Acusado de ser “traidor da Lava Jato”, Flávio irrita até bolsonaristas fiéis

“A agenda econômica desse governo é correta, as pessoas não estão torcendo contra, querem que avance. Se melhorar, ótimo. Mas a questão é que a enormidade do país que não depende só disso, de crescimento do Produto Interno Bruto. Depende de serviços e de proteção social”, declarou o apresentador.

Liberalismo econômico
Aliado do pensamento liberal econômico, Luciano Huck tem atuado na política, esquivando-se de ser identificado em bandeiras partidárias. Porém, todos os movimentos dos quais faz parte defendem a adoção de uma política liberal no país em uma sociedade meritocrática – bem diferente dos quadros de seu programa, que dão auxílios pontuais a pessoas que se propõem a participar de “provas” propostas por ele.

Fonte: Revista Fórum