dom. set 15th, 2019

Ex-gerente do BCN condenado a 132 anos de prisão é executado na fronteira

Elesbão Lopes Carvalho Filho era dono de uma casa de embalagens em Ponta Porã. (Foto: Direto das Ruas)

As informações iniciais são de que o atirador invadiu o imóvel do empresário e o matou com tiros na cabeça

O empresário e ex-gerente do banco BCN de Ponta Porã, Elesbão Lopes Carvalho Filho foi executado a tiros em sua residência, no Bairro Santa Izabel em Ponta Porã, cidade a 323 quilômetros de Campo Grande.

As informações iniciais são de que os criminosos invadiram o imóvel, atiraram na cabeça do empresário e logo em seguida fugiram. Policiais militares, peritos e a Polícia Civil estão na residência e ainda não há mais detalhes sobre o caso.

Elesbão era proprietário de uma casa das embalagens na cidade, mas já havia sido condenado a 132 anos de prisão pelo então juiz federal Odilon de Oliveira, no ano de 2004. Entre 1992 a 1997 Elesbão autorizou aberturas de contas em nomes de fantasmas e laranjas, na agência do BCN em Ponta Porã.

Foram 29 contas abertas, por onde foram desviados R$ 3 bilhões. Os desvios vieram a tona em grandes escândalos de corrupção no país, mas os verdadeiros donos das contas não foram descobertos.

Viaturas policiais próximas do local onde a vítima foi executada. (Foto: Direto das Ruas) Viaturas policiais próximas do local onde a vítima foi executada. (Foto: Direto das Ruas)
Fonte: Campo Grande News

Sobre este editor

Carlos Telles
Minhas últimas notícias
Mais  Sefaz realiza leilão on-line com mais de mil lotes de produtos