dom. set 15th, 2019

Saúde investiga mais uma suspeita de sarampo em menina de 8 anos

Foto: (Ilustrativa)

Mato Grosso do Sul já tem dois casos confirmados da doença

A Secretaria Municipal de Saúde de Corumbá, a 444 quilômetros de Campo Grande, informou nesta quinta-feira (12) estar investigando um caso suspeito de sarampo em uma menina de oito anos.

De acordo com o Diário Corumbaense, a criança esteve recentemente em Campo Grande quando apresentou sintomas de sarampo. Amostra de sangue para exame comprobatório oi encaminhada para o Laboratório Central da Saúde Pública, na Capital e a previsão de resultado é até a próxima segunda-feira (16).

A paciente já teria recebido a dose da vacina e passa bem. A família está recebendo apoio multiprofissional do município e técnicos da pasta realizarão o bloqueio vacinal na escola em que a menina estuda.

Em Mato Grosso do Sul já foram notificadas 42 suspeitas da doença, dessas 30 foram descartadas e além do caso de Corumbá, nove seguem em investigação, desses quatro em Campo Grande – um homem de 59 anos, um menino e uma menina de 11 anos e uma criança de 3 anos. Em Água Clara uma adolescente de 13 anos, em Alcinópolis uma bebê de três meses.Além de um bebê de 8 meses em Aparecida do Taboado, um rapaz de 20 anos em uma aldeia de Aquidauana e um menino de 1 ano em Dourados.

Casos confirmados

Mato Grosso do Sul já tem dois casos confirmados de sarampo. Um deles em um bebê de 10 meses de Campo Grande, que contraiu a doença quando esteve em São Paulo, estado onde se concentra o maior número de casos no país.

E o outro caso foi confirmado no município de Três Lagoas, a 338 quilômetros de Campo Grande, em um homem de 52 anos que esteve em Jundiaí, interior de São Paulo, onde apresentou os primeiros sintomas da doença.

Mais  Eduardo Bolsonaro bloqueia depoimento e ainda não sabemos quem ia comprar megawatt por R$ 24 e vender por R$ 119

Vale lembrar que, as vacinas estão disponíveis para a imunização em todas as unidades básicas de saúde e de saúde da família para os que estão dentro da faixa etária recomendada pelo Ministério da Saúde.

A SES-MS, reforçou também a importância de vacinar (dose zero) as crianças de 6 a 11 meses e 29 dias com uma dose de sarampo, e que todas as pessoas de 1 anos a 29 anos devem ter 2 doses de vacina é de 30 a 49 anos com uma dose. Além de caso se apresentem os sintomas como febre com exantema, coriza, tosse ou conjuntivite é preciso procurar atendimento médico imediatamente.

* Atualizada às 17h para acréscimo de informações.

Fonte: Midiamax