seg. nov 11th, 2019

Manifestantes pró-intervenção militar são surpreendidos com intervenção militar em frente ao STF

Reprodução/Twitter

Os manifestantes de verde e amarelo que protestavam em frente ao STF por uma intervenção militar e pelo fechamento da Corte foram expulsos pela Polícia Militar, que atirou bombas de gás lacrimogêneo

Uma manifestação convocada pelo movimento Vem Pra Rua que defende a instalação de uma CPI para investigar ministros do Supremo, nesta quarta-feira (25), foi dissipada com uma intervenção da Polícia Militar do Distrito Federal, que atirou bombas de gás lacrimogêneo contra os manifestantes.

Eles se concentravam em frente ao prédio da Corte, em Brasília, e reivindicavam, além da CPI da Lava-Toga, o fechamento do STF. O mais irônico é que, entre as bandeiras levantadas pelos manifestantes, estava uma intervenção militar. Eles só não contavam que a intervenção militar seria justamente contra eles.

George Marques

@GeorgMarques

Não existe uma manifestação da extrema-direita sem que haja um pedido de intervenção militar e derrubada das instituições democráticas. Em Brasília, manifestação organizada pelo @VemPraRua_br, com apoio do @deltanmd, reforça pedido para instalação da CPI da Lava-Toga

Ver imagem no Twitter
56 pessoas estão falando sobre isso

O motivo para a ação da PM teria sido o fato de que manifestantes teriam atirado tomates contra painéis representando os ministros do STF e também objetos para além do cordão de isolamento.

Veja também:  Vídeo: Fábio Assunção ganha prêmio Bibi Ferreira e homenageia Fernanda Montenegro e Agatha

Assista ao momento em que a polícia dispersa a manifestação.

Ivan 🌐@ivan

Quer dizer então que os apoiadores da intervenção militar sentiram hoje o que é uma amostra da intervenção militar?

Grande dia!!! 👍

Duvido, mas quem sabe assim esse povo acorda.

Vídeo incorporado

Mais  Em resposta a Bolsonaro, Witzel diz que não tem “bandido de estimação”