qua. nov 13th, 2019

Bolsonaro volta a atacar Raoni e diz que Amazônia não é do “índio” nem da “porra da árvore”, mas do minério

Jair Bolsonaro, durante encontro no Palácio do Planalto, com grupo de Garimpeiros (Foto: Reuters | Isac Nóbrega/PR)

Jair Bolsonaro afirmou que “o interesse na Amazônia não é no índio nem na porra da árvore, é no minério”. “E o Raoni fala pela aldeia dele, não fala pelos índios, não”, acrescentou ele, referindo-se ao líder indígena Raoni Metuktire

247 – Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira que “o interesse na Amazônia não é no índio nem na porra da árvore, é no minério”. A afirmação ocorreu em discurso a garimpeiros de Serra Pelada (PA) em frente ao Palácio do Planalto, após Bolsonaro receber representantes do grupo. A informação é do jornal O Globo.

Ele disse que irá divulgar um vídeo sobre a exploração do grafeno que, ajudaria a “abrir a cabeça da população”, e voltou a criticar o líder indígena Raoni Metuktire , dizendo que ele não fala pelos índios.

“Esse vídeo é muito bom para abrir a cabeça da população de que o interesse na Amazônia não é no índio nem na porra da árvore, é no minério. E o Raoni fala pela aldeia dele, fala como cidadão, não fala pelos índios, não. É outro que vive tomando champanhe e em outros países por aí”, declarou.

Os garimpeiros pedem uma “administração militar” da área. Bolsonaro afirmou que enviará as Forças Armadas se houver amparo na lei. Ele disse que a situação será tratada pelo ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e afirmou que quer dar uma resposta ainda nesta terça.

“Se tiver amparo legal, eu boto as Forças Armadas lá. Se tiver amparo legal, não vou prometer para vocês o que não posso fazer. Se tiver amparo legal, eu boto as Forças Armadas lá, a gente resolve esse problema aí”, disparou.

Mais  Weintraub minimiza vazamento de foto da prova do Enem

Conheça a TV 247

Fonte: Brasil 247