seg. out 21st, 2019

Greve geral em universidades públicas começa amanhã

Foto: Divulgação/FETEMS

Segundo a CNTE e FETEMS, a conjuntura educacional vem se tornando caótica

A Greve Nacional da Educação dos estudantes começará nesta quarta (02) e segue até quinta-feira (03) em todas as universidades públicas do país. A paralisação é convocada pela União Nacional dos Estudantes (UNE), a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES) e a Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG).

De acordo com a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) e para a FETEMS (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), a conjuntura educacional vem se tornando caótica: o projeto “escola sem partido”.

Na manhã do dia 02, a CNTE convocará todas as entidades filiadas para uma reunião extraordinária para elaborar estratégias de resistência a essa conjuntura. “É imprescindível, nesse momento, tensionar o Ministério da Educação, pressionando para que as políticas de educação sejam mantidas, incluído o Novo FUNDEB”, destacou Heleno Araújo.

O ato vai ocorrer no auditório Nereu Ramos, e vai reivindicar: “educação pública, ciência e tecnologia e soberania do Brasil: não tirem o dinheiro da educação básica e das universidades públicas”.

Já no dia 03, acontece no Rio de Janeiro e nas capitais dos estados, o Ato Nacional em Defesa da Petrobras.

Fonte: Midiamax

Mais  Ciro Gomes cava sua cova política. Por Marcelo Auler