seg. out 21st, 2019

Palestras de Lula foram pagas e eram do interesse da Odebrecht, diz Marcelo

Em depoimento à Justiça Federal de Brasília nesta segunda-feira, 7, o empresário Marcelo Odebrecht defendeu as palestras dadas pelo ex-presidente Lula. “As palestras tinham sim uma intenção legítima que era de relações públicas”, disse o empresário, que reafirmou jamais ter feito qualquer tratativa ilícita com o ex-presidente Lula

247 – Em depoimento à Justiça Federal de Brasília nesta segunda-feira, 7, o empresário Marcelo Odebrecht afirmou que as palestras dadas pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foram pagas e representaram um interesse legítimo da empresa em sua estratégia de relações públicas.

“As palestras tinham sim uma intenção legítima que era de relações públicas, agora havia também por trás, no meu entendimento das conversas com meu pai, a intenção de ajudar o Instituto Lula”, afirmou o empresário.

Marcelo Odebrecht prestou depoimento hoje na 10ª Vara Federal de Brasília, ao juiz Vallisney de Souza Oliveira, na ação em que o ex-presidente Lula responde pelos crimes de corrupção, tráfico de influência e lavagem de dinheiro.

A contratação de Lula para palestras, segundo Marcelo Odebrecht, foi contabilizada como um dos diversos itens do apoio ao ex-presidente e ao PT, como doações para campanhas eleitorais. Marcelo diz não ter conhecimento sobre se o ex-presidente sabia da existência dessa contabilidade paralela.

“Havia uma percepção nossa de que o presidente Lula era uma pessoa que tinha uma imagem bastante positiva em vários países que a gente atuava e, portanto, ao levar ele numa palestra não deixava de ser um trabalho de relações públicas”, disse o empresário.

“Então eu acho que havia sim tanto um interesse de ter esse trabalho de relações públicas, como havia o interesse de algum modo ajudar o Instituto Lula, aí o peso desses dois só quem decidiu, que foi no caso meu pai, pode dizer”, afirmou Marcelo.

Mais  Lula é o principal nome da esquerda e Bolsonaro perde para Moro em 2022, diz pesquisa

O executivo disse ainda nunca ter presenciado o ex-presidente Lula participando de negociações ilícitas.

“Eu nunca tive relação nem responsabilidade pelas tratativas com o presidente Lula”, disse o empresário. “Inclusive as provas e evidências que eu trouxe que vinculavam Lula aos acertos que eu fazia com Palocci eram provas indiretas e que vinham muitas das conversas com meu pai e com Palocci”, afirmou Marcelo Odebrecht.

Conheça a TV 247

Fonte: Brasil 247