ter. nov 12th, 2019

Reforço mais caro do futebol, Neymar custa ao PSG mais de R$ 5 mi por jogo

Neymar ficou mais fora do que jogou no PSG (Jean Catuffe/Getty Images)

O PSG entrou em campo neste domingo mais uma vez sem Neymar. E a ausência do jogador mais caro da história do futebol se tornou mais comum do que vê-lo jogando. Pelo menos no clube francês. Já são 64 partidas fora, contra 63 aparições desde 2017, quando trocou Barcelona por Paris.

Dos 64 jogos ausente, Neymar perdeu 52 por causa de contusões e oito por suspensões. Ele ainda esteve três vezes poupado e não entrou em campo uma vez por questões burocráticas – quando o brasileiro forçava a barra para deixar o PSG.

Para piorar, Neymar ainda é o jogador mais caro do futebol francês. Seu salário no PSG é de 3,1 milhões de euros por mês ou R$ 13,7 milhões – contando seus ganhos com publicidade, os vencimentos do atacante chegam a R$ 35 milhões a cada 30 dias.

Mas, mesmo levando em consideração apenas o que o PSG desembolsa, é possível avaliar que o custo-benefício de Neymar é péssimo. O craque se mudou para a capital francesa em agosto de 2017, ou seja, já completou 26 meses na nova casa. Multiplicado por R$ 13,7 milhões, chega-se ao custo de R$ 356 milhões.

Isso quer dizer que cada partida de Neymar custou R$ 5,6 milhões. Se a comparação for com os gols, o número também impressiona. Ele tem 55 gols – cada gol custou R$ 6,4 milhões ao PSG.

Detalhe: o PSG precisou gastar 222 milhões de euros ou R$ 821 milhões (na cotação da época) para tirá-lo do Barcelona.

Em termos de título, a passagem de Neymar pelo PSG também é das mais frustrantes. O time foi bicampeão francês, além de ganhar uma Copa da França e uma Taça da Liga da França. Torneios absolutamente comuns para o PSG mesmo antes da chegada do brasileiro, que foi comprado para ajudar na busca pela taça da Liga dos Campeões.

Mais  Dispositivo feito de plástico reciclado detecta HIV em poucos minutos

Fonte: Yahoo