seg. nov 11th, 2019

Com campeão definido, circo da F1 desembarca em Campinas para dar largada ao GP do Brasil

Aviões com materiais das equipes de F1 começaram a chegar nesta terça-feira (5) — Foto: Rui do Amaral/GE

Cerca de 600 toneladas de equipamentos começaram a ser descarregadas nesta terça no Aeroporto de Viracopos. Autódromo de Interlagos recebe corrida no dia 17.

O circo da Fórmula 1 começou a ser montado no país na manhã desta terça-feira com a chegada dos primeiros materiais das equipes ao Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas. Dali, partem para a capital paulista, onde ocorre o Grande Prêmio do Brasil no dia 17, em Interlagos. O título da temporada, no entanto, foi definido na última prova, com o hexacampeonato de Lewis Hamilton.

O primeiro dos sete aviões Boeing pousou no interior de São Paulo por volta das 6h, trazendo itens como os carros de serviço médico e de segurança (safety car). Às 12h20, a segunda aeronave trouxe materiais da Honda, fornecedora de motores às equipes RBR e STR, além de equipamentos da escuderia italiana.

Materiais da equipe STR chegam a Viracopos — Foto: Rui do Amaral/GE

Materiais da equipe STR chegam a Viracopos — Foto: Rui do Amaral/GE

A operação em Viracopos vai durar quatro dias, até sexta, e deve movimentar cerca de 600 toneladas de material direto para o autódromo de Interlagos.

Essa é a 18ª vez que o aeroporto em Campinas ajuda na operação de desembarque e embarque da carga do Grande Prêmio do Brasil. Interlagos é a pista oficial da corrida no país desde 1990, quando substituiu definitivamente o extinto autódromo de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro.

Equipamentos da Honda, fornecedora das equipes RBR e STR, chegam no Aeroporto de Viracopos — Foto: Rui do Amaral/GE

Equipamentos da Honda, fornecedora das equipes RBR e STR, chegam no Aeroporto de Viracopos — Foto: Rui do Amaral/GE

Os aviões saíram do Texas, nos EUA, onde a F1 disputou a 19ª etapa do campeonato no Circuito das Américas, em Austin. O autódromo foi palco do hexacampeonato de Lewis Hamilton, da Mercedes, com duas corridas de antecedência para o final da temporada.

Mais  Globo atribui a promotora bolsonarista a perícia a jato que inocentou o clã no caso Marielle

Conquistando o primeiro lugar na classificação de pilotos em 2008, 2014, 2015, 2017, 2018 e, agora, em 2019, o britânico só perde em número de conquistas para o alemão Michael Schumacher, dono de sete títulos, já que deixou para trás o argentino e pentacampeão Juan Manuel Fangio, com quem estava empatado.

GP do Brasil será disputado no dia 17 de novembro  — Foto: Rui do Amaral/GE

GP do Brasil será disputado no dia 17 de novembro — Foto: Rui do Amaral/GE

Nos construtores, a Mercedes já havia assegurado o sexto campeonato consecutivo no GP de Suzuka, no Japão. As Flechas de Prata quebraram, inclusive, o recorde de maior número de títulos seguidos por uma equipe, que pertencia à Ferrari. Os italianos levaram o caneco de maneira consecutiva de 2000 a 2004.

O GP do Brasil é a 20ª etapa das 21 previstas no calendário (a última acontece em Abu Dhabi, no dia 1º de dezembro). O primeiro treino livre será no dia 15 de novembro, enquanto o classificatório acontece no sábado, dia 16. A prova será realizada às 15h10 de domingo, 17, com transmissão ao vivo da TV Globo e Tempo Real do GloboEsporte.com.

Materiais rumam para São Paulo para o GP do Brasil, em Interlagos — Foto: Rui do Amaral/GEMateriais rumam para São Paulo para o GP do Brasil, em Interlagos — Foto: Rui do Amaral/GE

Materiais rumam para São Paulo para o GP do Brasil, em Interlagos — Foto: Rui do Amaral/GE

* Sob supervisão de Fernando Evans

Fonte: G1

Sobre este editor

Carlos Telles
Minhas últimas notícias
Mais  Inep analisará pedido de estudante que se sentiu prejudicado no Enem