qua. mar 20th, 2019

Aliados pedem arquivamento de processo para cassar vereadores presos

Nesta segunda-feira (11), duas das quatro comissões formadas na Câmara para analisar os pedidos de cassação dos vereadores Idenor Machado (PSDB) e Denize Portollan (PR) presos em Dourados por suposto envolvimento em corrupção apresentaram parecer negativo em relação a cassação dos colegas, o documento foi entregue na Casa de Leis pelos vereadores Junior Rodrigues (PR) e Romualdo Ramin (PDT) que presidem as duas referidas comissões.

A Câmara ainda aguarda parecer de outras duas comissões responsáveis por analisar o pedido de cassação dos vereadores Pedro Pepa (DEM) e Cirilo Ramão (MDB), também presos acusados de participarem de esquema de propina. Elas são presididas por Carlito do Gás (Patriota) e Bebeto (PR).

Mesmo com recomendações do Ministério Público alegando que há provas contra os vereadores em um dos trechos do parecer da Comissão é citado que não existem provas concretas para condenar os vereadores, apenas indícios que não são suficientes para julgamento.

“Logo, violar esses princípios, através de um julgamento atécnico, baseando-se apenas em matérias jornalísticas é temerário, sobretudo em se tratando se mandatário a ser julgado por atos de ofício na Mesa Diretora, da qual era presidente, os quais ainda estão em juízo meritório de admissibilidade do Poder Judiciário”, diz o trecho do parecer.

Os pareceres ainda passarão por votação na Câmara, podendo ou não serem acatados.

Fonte: Dourados Agora

Sobre este editor

Samuel Azevedo
Samuel Azevedo
Trabalhando para trazer a verdade ao público!

A verdadeira informação é a salvação de uma nação livre de injustiças!
Minhas últimas notícias
Mais  Operação Hacker de Papel tem ex-presidente de Câmara como alvo

Notícias parecidas