Aluno dá soco em rosto de professor por causa de nota

De acordo com a Record TV, um aluno de 20 anos discutiu com um professor, dentro da sala de aula de uma escola estadual da Vila Gumercindo, na Saúde, zona sul de São Paulo, e deu um soco no rosto dele. Segundo o boletim de ocorrência, o jovem bateu no professor pois estaria insatisfeito com a nota que recebeu.

Entre 2014 e 2017, foram registrados 50.448 casos de violência nas dependências das escolas estaduais paulistas, o equivalente a 34,5 casos dia. Estes números incluem ameaças, agressões verbais ou físicas, e outros tipos de violência.

Em vídeo gravado por colega, é possível ver que o professor está sentado na cadeira e na frente dele está o aluno agressor, em pé, encostado em uma mesa. No vídeo, os dois estão discutindo e o aluno fica provocando o professor. “Ele disse que a gente vai sair na porrada”, disse o aluno. “Você disse que ia me dar uma cadeirada”, responde o professor.

Após algumas provocações, o aluno encara o professor cara a cara. O professor levanta e, no momento em que vai tirar os óculos, leva um soco do aluno no rosto e bate a cabeça na parede. O aluno continua em posição de briga, chuta o homem nas costas e se afasta. Enquanto o professor se recupera, o jovem vai para o fundo da sala e pega uma cadeira. Seus colegas impedem que ele avance de novo no mestre.

A Secretaria de Educação de São Paulo informou por nota que “qualquer ato de violência é inaceitável e, neste caso específico o transgressor, um maior de idade cometeu um ato criminoso e responderá diante da lei”. O jovem foi preso em flagrante e o registro do caso foi por “lesão corporal”. Com o jovem também foi apreendido uma pequena quantidade de maconha.

Mais  Mesmo sem lei, Escola sem Partido se espalha pelo país e já afeta rotina nas salas de aula

Fonte: Yahoo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *