quinta-feira, Maio 24

Mundo

Coreia do Norte destrói centro de testes nucleares

Coreia do Norte destrói centro de testes nucleares

Armas, Destaque, Mundo
A Coreia do Norte destruiu nesta quinta-feira (24) seu centro de testes nucleares de Punggye-ri, informou a agência de notícias Yonhap. De acordo com os jornalistas estrangeiros que acompanham a cerimônia, os túneis foram destruídos com explosivos. A destruição havia sido confirmada por Pyongyang após a cúpula intercoreana realizada no último dia 27 de abril com a Coreia do Sul, na qual ambos prometeram assinar um acordo de paz, trabalhando para uma total "desnuclearização". No entanto, diversos especialistas informaram que a desativação parcial já havia ocorrido depois do último teste nuclear feito pelo ditador Kim Jong-un, em setembro de 2017. Ao contrário do que foi revelado inicialmente, o governo norte-coreano não convidou cientistas. No centro, que é composto por túneis c
Maior teste nuclear da Coreia do Norte conseguiu mover montanha de lugar

Maior teste nuclear da Coreia do Norte conseguiu mover montanha de lugar

Mundo
Por meio do estudo de imagens de satélite, cientistas da Universidade Tecnológica de Nanyang, em Cingapura, descobriram que a Coreia do Norte está produzindo armas nucleares tão poderosas que, em um de seus últimos testes, foi capaz de mover uma montanha de lugar. A explosão, que aconteceu em setembro de 2017 no local de testes nucleares do estado conhecido como “Punggye-ri”, foi registrada por sensores sísmicos, que comprovaram efeitos como terremotos de magnitudes 6,3 e 4,1 na escala Richter.  A equipe afirmou que a força da explosão na Coreia do Norte foi de 120 a 304 quilotons – medida usada para a quantificação da energia liberada em explosões–, ou seja, dez vezes mais potente do que a bomba lançada em Nagasaki. Imagens revelaram que a montanha se deslocou cerca de 3,5 metro
Milhares de universitários nos EUA passam fome e não têm onde dormir, revela pesquisa

Milhares de universitários nos EUA passam fome e não têm onde dormir, revela pesquisa

Educação, Mundo
“Ela tinha três empregos, mas enfrentava muitas dificuldades para se sustentar. Não tinha os alimentos de que precisava”, lamenta a jovem em conversa com a BBC. Sridhar tinha um plano de alimentação contratado na universidade e ofereceu compartilhá-lo com a colega. Mas se pegou pensando: “será que há outros alunos na mesma situação que ela?” Era 2013 e, naquela época, não havia muita informação sobre isso. No entanto, neste mês, um novo estudo surgiu ressaltando esse tema tão complexo: mais de um terço dos alunos em universidades americanas não têm dinheiro suficiente para se alimentarem de maneira adequada. “Em toda a minha carreira, nunca trabalhei com algo tão triste”, afirmou Sara Goldrick-Rab, da Universidade Temple, na Filadélfia, que liderou a pesquisa. O relatório,
EUA expandem sua frota no mediterrâneo

EUA expandem sua frota no mediterrâneo

Destaque, Mundo
O porta-aviões estadunidense Harry S. Truman, partiu da maior base naval do mundo, em Norvolk, na Virgínia, e entrou no Mediterrâneo com o seu grupo de ataque. Este é composto do cruzador lança-mísseis Normandy e dos caças-topedeiros lança-mísseis Arleigh Burke, Bulkeley, Forrest Sherman e Farragut, pouco depois outros dois, Jason Dunham e The Sullivans. Acrescenta-se ao grupo de ataque do Truman a fragata alemã Hessen. A frota, que conduz a bordo mais de mil homens, tem um enorme poder de fogo. O porta-aviões Truman – um super porta-aviões com mais de 300 metros de comprimento, dotado de dois reatores nucleares - pode lançar ao ataque, em ondas sucessivas, 90 caças e helicópteros. O seu grupo de ataque, integrado por quatro caças-torpedeiros que já se encontram no Mediterrâneo e por al
Argentinos desenvolvem controlador biológico da tucura

Argentinos desenvolvem controlador biológico da tucura

Agronegócios, Destaque, Mundo
O Ministério de Agroindústria da província de Buenos Aires, na Argentina, assinou um convênio de colaboração com cinco municípios para o desenvolvimento de um projeto de controle biológico de tucuras, também chamados de "gafanhotos crioulos" (Dichroplus maculipennis), na principal região endêmica da província para diminuir a longo prazo a incidência da praga. A assinatura dos acordos foi encabeçada pelo ministro Leonardo Sarquís. “Se trata de uma prova-piloto para combater a tucura. É uma ferramenta absolutamente inovadora na Argentina que se está aplicando com êxito nos Estados Unidos e na China. Hoje estamos provando em vários municípios. O objetivo, como pede a nossa governadora, é estar um passo adiante da conjuntura”, destacou Sarquís. O objetivo do projeto é produzir esporo
Cientistas testam aparelho que extrai água potável do ar mesmo em desertos

Cientistas testam aparelho que extrai água potável do ar mesmo em desertos

Capa, Ciência, Mundo
Parece absurdo, mas, em pleno 2018, BILHÕES de pessoas no mundo ainda sofrem com a falta de acesso à água potável. Felizmente, um experimento liderado pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos, parece promissor na busca de uma solução para esse problema básico da nossa civilização. O aparelho testado é capaz de extrair água potável até mesmo do ar de desertos. O teste foi realizado na cidade de Tempe, no Arizona, que oferece condições similares às encontradas nas regiões mais áridas do planeta. Na verdade, ela é uma delas. Por lá, a umidade relativa média do ar no ano é de 31%, mas durante os meses mais secos fica constantemente abaixo dos 10%. Ou seja, é praticamente um deserto urbano. COMO? O sistema conta com uma tecnologia baseada em estruturas me
EUA estão se preparando para identificar rostos através de paredes

EUA estão se preparando para identificar rostos através de paredes

Capa, Ciência, Mundo
Imagine um governo que possui tecnologia suficiente para criar uma inteligência artificial capaz de identificar rostos – não do jeito convencional, mas sim através de paredes, detectando o calor emitido pelos corpos. Parece uma situação de algum filme futurista ou episódio de "Black Mirror", né? Só que não. Na verdade, estamos falando de uma tecnologia que está sendo desenvolvida pelos Estados Unidos. Recentemente, foi publicado um relatório que mostrava que os cientistas do Laboratório de Pesquisa do Exército do país estão trabalhando em uma tecnologia que permita que o exército reconheça rostos com pouca luminosidade – inclusive através de paredes. No estudo, é explicado como é possível associar o reconhecimento facial feito por algoritmos de inteligências artificiais às tecnologias de
China quer fazer chover artificialmente

China quer fazer chover artificialmente

Capa, Ciência, Mundo
A China é um país de exageros. Além de possuir uma extensão territorial imensa, perdendo no mundo apenas para a Rússia e o Canadá, é onde se encontra a maior população do planeta – 1,396 bilhão de pessoas vivem lá. E as coisas não param por aí: os projetos chineses de engenharia também são, geralmente, gigantescos, incluindo barragens monstruosas e outras maravilhas arquitetônicas. É por isso que não era possível esperar algo menor quando certo projeto para fazer chover artificialmente foi detalhado (na medida do possível) por uma matéria do South China Morning Post. Chamado Tianhe em chinês, o que significa algo como “rio no céu”, o sistema que vem sendo desenvolvido pelo governo chinês tem como objetivo fazer chover mais no planalto do Tibete, região que sofre muito com as mudanças cl
‘Estamos queimando. Amo vocês’, postou vítima de incêndio em shopping

‘Estamos queimando. Amo vocês’, postou vítima de incêndio em shopping

Capa, Mundo
Os momentos de desespero vividos pelas vítimas do incêndio ocorrido no último domingo (25) em um shopping center localizado na parte russa da Sibéria foram compartilhados nas redes sociais. Em um dos registros, a adolescente Maria Moroz, de 13 anos, ainda desaparecida após a tragédia que matou ao menos 64 pessoas, escreveu: "Estamos queimando. Eu amo todos vocês. Isso é, talvez, uma despedida", publicou a jovem, cuja postagem foi divulgada pela imprensa local. Conforme relata o jornal O Globo, a lista de pessoas mortas e desaparecidas após o incêndio no shopping Winter Cherry, em Kemerovo, a cerca de 3.600 quilômetros da capital do país, Moscou, inclui pelo menos 20 crianças e adolescentes. Algumas das crianças desaparecidas tinha menos de 5 anos de idade. Outros adolescentes, como M
Washington expulsa 60 diplomatas da Rússia dos Estados Unidos

Washington expulsa 60 diplomatas da Rússia dos Estados Unidos

Destaque, Mundo
O presidente Donald Trump assinou ontem (26) uma ordem de expulsão de 60 funcionários de inteligência e diplomatas russos em retaliação ao envenenamento de um ex-expião russo na Inglaterra.  Os oficiais expulsos estavam à serviço da Rússia em Nova York e na capital Washington. A ordem também determina o fechamento de um consulado russo, na cidade de Seattle, estado de Washington, no noroeste do país. A missão russa na sede das Nações Unidas em Nova York teve 12 diplomatas expulsos, e 48 representantes diplomáticos da embaixada russa em Washington fazem parte da lista de expulsões. O governo norte-americano justificou que os nomes constantes na lista são de pessoas que trabalham a serviço de operações secretas de inteligência da Rússia, que "minam a segurança nacional dos Estados Unid