quinta-feira, Maio 24

Política

Notícias da Política

Enquanto busca saída, Temer tenta nova trégua com caminhoneiros

Enquanto busca saída, Temer tenta nova trégua com caminhoneiros

Brasil, Capa, Economia, Política
Sem espaço fiscal, o presidente Michel Temer tenta uma trégua com os caminhoneiros enquanto a equipe econômica busca brechas no Orçamento para compensar a diminuição de impostos que incidem sobre o diesel. Em entrevista nesta quinta-feira (24), o ministro Carlos Marun (Secretaria de Governo) disse que o governo não deve fazer nenhuma nova oferta na reunião marcada para a tarde desta quinta, com representantes da categoria. "Avançou-se em duas questões: preço e previsibilidade, que é muito cobrada nas reivindicações que nos fazem. Vamos para a reunião de hoje, não mais como ontem, simplesmente ouvindo, mas já tendo tomado medidas concretas que entendo que podem resultar numa trégua", disse. Eles buscam formas de encontrar uma compensação fiscal para a redução a zero dos tributos PI
Pedro Pepa pede apoio a deputado estadual para pavimentação de via

Pedro Pepa pede apoio a deputado estadual para pavimentação de via

Dourados, Política
Em busca do bem-estar da população, o vereador Pedro Pepa (DEM) entregou ao deputado estadual Zé Teixeira (DEM), durante reunião nesta segunda-feira (21), um documento referente à fase inicial do processo de pavimentação da Rua Antônio Amaro de Matos. A via tem causado muitos transtornos aos motoristas e moradores da região. A reunião ocorreu entre o vereador, o deputado e o presidente da Comissão Pró Asfalto dos moradores do Jardim Pelicano. O documento entregue será incluído no novo pacote de obras, que será licitado nos próximos meses. “A pavimentação é um compromisso do governo do Estado, do deputado estadual, com a minha intervenção”, comentou o vereador. Pedro Pepa apontou que o trecho citado é a ligação entre os bairros Porto Belo e Jardim Canaã I, sendo uma via com grande trá
TSE define quanto cada partido receberá de fundo eleitoral

TSE define quanto cada partido receberá de fundo eleitoral

Brasil, Política
O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou hoje (24), por unanimidade, uma resolução para regulamentar a distribuição de recursos do Fundo Eleitoral público, de R$ 1,716 bilhão, para financiar campanhas. Entre as principais definições está a de que cada partido somente receberá os recursos após sua respectiva executiva nacional aprovar e divulgar amplamente os critérios para distribuição do dinheiro entre os candidatos, que podem ser alvo de contestação pela Justiça Eleitoral. De acordo com os critérios definidos em lei, entre eles o tamanho das bancadas no Congresso no dia 28 de agosto de 2017, o TSE calculou qual a porcentagem dos recursos que caberá a cada partido. A legenda que mais receberá recursos será o MDB (13,64%), que deve ficar com R$ 234,19 milhões. O seg
Bolsonaro dispara dados falsos sobre economia, saúde e educação

Bolsonaro dispara dados falsos sobre economia, saúde e educação

Política
Tradicionalmente afeito às pautas de segurança pública, Jair Bolsonaro, deputado federal e pré-candidato à Presidência pelo Partido Social Liberal (PSL), tem abordado também temas como educação, economia e saúde em entrevistas na imprensa. No dia 11 de maio, o presidenciável falou à rádio Super Notícia, de Belo Horizonte, e destacou assuntos como a crise dos venezuelanos em Roraima, o comprometimento do Orçamento federal com despesas obrigatórias e os gastos com a dívida pública. Apesar disso, a entrevista ganhou repercussão principalmente por conta do trecho em que Bolsonaro ironiza o relatório da CIA, revelado pelo pesquisador Matias Spektor, no qual o então presidente Ernesto Geisel autoriza o assassinato de opositores do regime militar. “Quem nunca deu um tapa no bumbum do fil
Câmara de SP aprova auxílio-saúde para vereadores

Câmara de SP aprova auxílio-saúde para vereadores

Capa, Política
Por 32 votos favoráveis e 8 contrários, os vereadores de São Paulo aprovaram nesta quarta-feira, 23, projeto de lei que concede a eles mesmos e aos demais servidores da casa um auxílio-saúde de até R$ 1.079, dependendo da idade, e ainda um auxílio-alimentação para os servidores de R$ 573,45. Os novos benefícios devem gerar um gasto anual extra de R$ 38 milhões. A Câmara tem um orçamento anual de R$ 500 milhões. O projeto segue para sanção do prefeito Bruno Covas (PSDB). O texto é um projeto de lei apresentado na Câmara em 2013, que foi reapresentado pela atual Mesa Diretora, na forma de um texto substitutivo. O auxílio-alimentação é automático e será depositado na conta dos servidores. As projeções da Câmara dão conta de um custo extra de R$ 14 milhões aos cofres municipais. Já o aux
Defesa pede volta de benefícios previstos para Lula

Defesa pede volta de benefícios previstos para Lula

Destaque, Política
A defesa do ex-presidente Lula, preso em Curitiba, pediu a suspensão da decisão que determinou o cancelamento dos benefícios que o petista tinha como ex-chefe de estado. Na quinta, o juiz Haroldo Nader, da Justiça Federal em Campinas, decidiu, a pedido do Movimento Brasil Livre, suspender o benefício por considerar que, na cadeia, Lula não necessitaria do aparato. Segundo decreto de 2008, ex-presidentes têm direito à utilização de dois veículos oficiais com motoristas e o apoio de seis servidores, entre assessores e seguranças. Os advogados do ex-presidente apontaram que a “legislação não estabeleceu a liberdade dos ex-presidentes como condição do exercício dos direitos a eles assegurados. Neste sentido, vale destacar que em liberdade ou detido o agravante será sempre ex-Presidente da Re
Justiça de Minas determina prisão de Azeredo em processo do mensalão tucano

Justiça de Minas determina prisão de Azeredo em processo do mensalão tucano

Destaque, Política
 5ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Minas Gerais rejeitou nesta terça-feira os embargos de declaração interpostos pela defesa do ex-governador mineiro Eduardo Azeredo (PSDB) e determinou a expedição imediata de mandado de prisão contra ele em um processo relacionado ao chamado mensalão tucano, informou a corte. Azeredo foi condenado a 20 anos e 1 mês de prisão por peculato (desvio de verbas públicas) e lavagem de dinheiro. O ex-governador, que também foi senador, deputado federal e presidente do PSDB, foi condenado, pois a Justiça entendeu que houve um esquema de desvio de dinheiro público por meio de empresas estatais para financiar irregularmente sua campanha ao governo de Minas em 1998. Na época, Azeredo tentava a reeleição, mas acabou derrotado pelo ex-presidente da Repúbli
Policiais federais usam apoio à Lava Jato para lançar 26 candidaturas

Policiais federais usam apoio à Lava Jato para lançar 26 candidaturas

Capa, Política
De olho no apoio de parte dos brasileiros à Operação Lava Jato, policiais federais irão apresentar pelo menos 26 candidaturas nas eleições gerais. Com presença de 2 policiais já eleitos, os deputados Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e Aluísio Mendes (Podemos-MA), a Frente da Lava Jato será lançada nesta terça-feira (22). Do grupo, 4 trabalharam em investigações que de alguma maneira contribuíram com a operação que apura desvios na Petrobras. A iniciativa é suprapartidária, com filiados a partidos como PHS, PSL, Rede, Pros e Podemos, mas não conta com integrantes do PT, MDB e PP, 3 das legendas mais atingidas pelo escândalo de corrupção. "A Ideia inicial era de que todos saíssem com candidaturas avulsas, mas o Supremo não julgou a ADIN [ação direta de inconstitucionalidade], então a gente a
“Pode haver alguém tão íntegro quanto eu, mas mais não tem”, diz Alckmin

“Pode haver alguém tão íntegro quanto eu, mas mais não tem”, diz Alckmin

Capa, Política
O pré-candidato a presidente Geraldo Alckmin (PSDB) chamou de absurda a acusação feita pela concessionária de estradas CCR de que pagou R$ 5 milhões no caixa dois por sua campanha ao governo de São Paulo em 2010. "Isso é tão absurdo, tão absurdo.... Não tenho nem conhecimento", afirmou nesta segunda-feira (21), após palestra no Ibmec, em São Paulo. "Pode haver alguém tão íntegro quanto eu, mas mais não tem", disse o tucano, em declaração que lembra a do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2016, quando disse que "não há viva alma mais honesta" que ele, hoje preso. "É só ver a minha vida. Pode ver de A a Z", afirmou Alckmin. No último domingo (20), a Folha de S.Paulo revelou que o Ministério Público de São Paulo apura o suposto repasse ilegal, revelado por representantes da CCR
Comercialização de spray de pimenta para proteção pessoal poderá ser autorizada

Comercialização de spray de pimenta para proteção pessoal poderá ser autorizada

Política
A fabricação, a importação e a comercialização do spray de pimenta para uso como arma não letal, para proteção pessoal, ficarão autorizadas se for aprovado o Projeto de Lei do Senado (PLS) 113/2018, que aguarda designação de relator na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). O objetivo é que sobretudo as mulheres possam se proteger de crimes, segundo o autor da proposta, senador Wilder Morais (DEM-GO). O spray de pimenta, gás pimenta ou gás OC (de Oleorresina Capsicum) irrita os olhos e causa lacrimejo, dor e mesmo cegueira temporária. Atualmente, no Brasil, seu uso é restrito a forças de segurança pública. Pelo PLS, poderão comprar o spray as pessoas maiores de idade que apresentarem documento oficial com foto. O estabelecimento comercial precisará de autoriza