qua. mar 20th, 2019

Com dinheiro público, deputados e senadores emendam feriado de carnaval com viagens internacionais

Cerca de dez deputados e senadores decidiram prolongar o feriado de carnaval e emendá-lo com viagens ao exterior, totalizando ao menos duas semanas de folga para a maioria deles. Sob o pretexto de cumprir agendas de trabalho custeadas pela Câmara dos Deputados, ou pelo Senado Federal, os gastos dessas viagens serão pagos, na maior parte dos casos, com dinheiro público.

O local mais procurado pelos parlamentares foi Barcelona, Espanha. Nove deles desembarcaram na cidade espanhola para participar do Mobile World Congress – um dos principais eventos mundiais de telecomunicação, realizado entre os dias 25 e 28 de fevereiro.

O senador Esperidião Amin (PP-SC) e sua esposa, a deputada federal Ângela Amin (PP-SC), estiveram presentes no evento. Os valores dos ingressos variavam de 799 euros a 4.999 euros (aproximadamente entre R$ 3.355 e R$ 20.996). Apenas com passagem de ida e volta, na classe executiva, o Senado desembolsou o montante de R$ 30.356,19 para Esperidião. As cinco diárias do senador contabilizam mais R$ 8.028,80 – tudo pago com dinheiro público. Os valores gastos com a viagem  de Ângela ainda não estão disponíveis no portal da transparência da Câmara.

Apesar de nem Esperidião, nem Ângela, terem apresentado projetos relacionados à tecnologia em suas trajetórias políticas, a presença do casal foi justificada pelo fato de Esperidião integrar a Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional, e Ângela fazer parte da Comissão de Tecnologia e Inovação da Câmara.

O senador Arolde de Oliveira (PSD-RJ), e os deputados Bilac Pinto (DEM-MG), Marcos Pereira (PRB-SP), Vitor Lippi (PSDB-SP), Jefferson Campos (PSB-SP) e André Figueiredo (PDT-CE), também estiveram presentes no congresso.

A passagem de Arolde custou R$ 17.836,94 aos cofres públicos, mais R$ 7.987,20 em diárias, pelos cinco dias que passou em Barcelona. O deputado André Figueiredo também passou cinco dias na Espanha, e voltou direto para Fortaleza na quarta-feira, mesmo com sessões da Câmara em Brasília na quarta e na quinta-feira. A assessoria de Vitor Lippi informou que o deputado viajou de classe econômica e pediu autorização para participar da missão oficial, sem ônus para a Câmara.

Mais  #Verificamos: É falso que repórter do Estadão tenha dito que pretende ‘arruinar Flávio Bolsonaro e o governo’

Já a senadora Soraya Thronicke (PSL-MS) decidiu emendar a folga do carnaval com uma viagem a Nova York, Estados Unidos, onde participará de um evento da ONU sobre mulheres, com todos os custos da viagem pagos pelo Senado. Soraya embarca no dia 8 de março e tem volta prevista para o dia 13.

O senador Vanderlan Cardoso (PP-GO) aproveitou para visitar outros destinos europeus, como Sevilha (Espanha) e Évora (Portugal). O parlamentar havia pedido para o Senado custear sua viagem, mas mudou de ideia. “Estou arcando com todos os custos da viagem com recurso próprio, como passagens aéreas, hospedagem e alimentação, porque, além do Mobile World Congres, incluí em minha ida à Europa a visita a algumas usinas de energia termo solar, tecnologia que pretendemos trazer para o Brasil, a fim de melhorar os sistemas de energia alternativa que já temos por aqui”, disse o senador.

Os demais parlamentares não responderam.

Fonte: Yahoo

Notícias parecidas