qui. jan 17th, 2019

Duas menores que emboscaram e espancaram adolescente por ciúmes podem ir para UNEI

As duas adolescentes de 17 anos, que espancaram uma menina de 16 anos, nesta terça-feira (8), no bairro Guanandi em Campo Grande prestam depoimento na Deaji (Delegacia Especializada de Atendimento a Infância e Juventude). A vítima está internada na Santa Casa da Capital.

Segundo o delegado que cuida do caso, Fábio Sampaio, os celulares das autoras foram apreendidos e serão periciados para indicar o que realmente aconteceu. A irmã da vítima também presta depoimento.

Sampaio disse que se comprovada as agressões por parte das adolescentes, ele irá pedir pela internação das meninas em uma unidade educacional, pelo ato infracional de tortura e grave ameaça.

A garota está internada na Santa Casa, com vários hematomas no rosto. Não há previsão de alta.

Entenda o caso

A vítima, uma menina de 16 anos, teria sido atraída por uma ‘amiga’ até a casa de uma das autoras, no bairro Guanandi, nesta terça (8). Quando chegou na residência, a garota foi arrastada para dentro e trancada.

Já dentro da casa, a menina foi espancada com socos e chutes pelas duas adolescentes, sendo que uma delas queria que a vítima confessasse um relacionamento com seu namorado, o que foi negado pela menina que disse que teria tido um envolvimento com o rapaz, mas antes da autora começar a namorar com ele.

A irmã da vítima começou a receber mensagens de que a menina estaria sendo espancada em uma casa, e que vídeos foram gravados e distribuídos em redes sociais. Nisso, ela procurou a delegacia para que os policiais fossem até a residência.

A vítima acabou sendo libertada em uma rua pelas autoras depois de receberem a informação que a polícia já tinha sido informada do caso.

Mais  Autor de denúncia, curtume perde incentivo, demite 120 e acusa Governo de não cumprir decisão do TJ

Fonte: Midiamax

Sobre este editor

Maryone Azevedo
Trabalhando para trazer a verdade ao público!

A verdadeira informação é a salvação de uma nação livre de injustiças!

Notícias parecidas

1
×
Olá.
Posso te ajudar?