ter. fev 19th, 2019

Em carta de Natal, Lula agradece militância e pede que não tema ‘valentões’

O ex-presidente Lula (PT) enviou uma carta de Natal para seus apoiadores na noite de 2ª feira (24.dez.2018) pedindo para que eles sigam fortes, sem temer “valentões”.

O texto foi lido pelo ex-prefeito de São Bernardo do Campo Luiz Marinho (PT) no acampamento “Lula Livre”, localizado em frente à Superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR).

Lula cumpre pena no local desde 7 de abril de 2018. Ele foi condenado em 2ª Instância a 12 anos e 1 mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex de Guarujá.

Segundo o Partido dos Trabalhadores, cerca de 300 pessoas participaram de uma ceia coletiva no acampamento para desejar feliz natal ao ex-presidente. Lula passou a véspera de Natal sem direito a visitas especiais ou comidas diferentes.

Na carta, o ex-presidente agradeceu aos militantes pela presença nas proximidades da sede da PF.

“Esse Natal não poderei estar junto fisicamente com a minha família, meus filhos e netos. Mas não estou sozinho. Estou com vocês da vigília, que têm sido minha família, e com todos aqueles que vieram passar esse Natal junto de vocês”, escreveu.

Em referência ao feriado cristão, Lula escreveu:

“A verdadeira mensagem de Jesus, 1 marceneiro que foi perseguido pelos vendilhões do templo, pelos soldados e pelos promotores dos poderosos, vai continuar a ecoar em cada Natal: uma mensagem de amor, fraternidade e esperança”.

Eis a íntegra do documento:

“Meus amigos e minhas amigas,

O Natal é a época do ano em que lembramos com mais força da vinda de Jesus, dos ideais de solidariedade e bondade cristãos. Nos aproximamos da família e dos amigos, celebramos juntos, nos abraçamos e reunimos força para o ano seguinte.

Esse Natal não poderei estar junto fisicamente com a minha família, meus filhos e netos. Mas não estou sozinho. Estou com vocês da vigília, que tem sido minha família, e com todos aqueles que vieram passar esse Natal junto de vocês.

Quero agradecer a companhia que tem me feito a cada dia, todo o dia, durante essa provação, no frio do inverno do Paraná ou no calor que tem feito esses dias.

Sigamos fortes. O ódio pode estar na moda, mas não temam nem se impressionem com essas pessoas posando de valentões. O tempo deles vai passar e a verdadeira mensagem de Jesus, um marceneiro que foi perseguido pelos vendilhões do templo, pelos soldados e pelos promotores dos poderosos, vai continuar a ecoar em cada Natal: uma mensagem de amor, fraternidade e esperança.

A luta por um mundo melhor continua.

Feliz Natal,

Lula”

Fonte: MSN

Sobre este editor

Maryone Azevedo
Trabalhando para trazer a verdade ao público!

A verdadeira informação é a salvação de uma nação livre de injustiças!
Mais  Cultura da fartura impulsiona desperdício de alimentos no Brasil
Minhas últimas notícias

Notícias parecidas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *