Homem que energizou cerca onde menor morreu é preso por homicídio

Reginaldo Vilharva, 43, proprietário da casa onde o adolescente Leandro Duarte de Souza, 14, morreu eletrocutado, responderá pelo crime de homicídio com dolo eventual, quando não se tem a intenção de matar, mas assume o risco.

Ele energizou a cerca ao redor do imóvel, na Aldeia Bororó, Reserva Indígena de Dourados, causando a morte do rapaz.

O menor foi encontrado por populares na manhã desta terça-feira, pendurado no local após sair de casa na segunda-feira (19/11), às 16h.

Em seu depoimento à polícia, Reginaldo contou ter tomado a medida após três furtos na sua propriedade, o último deles, acabou perdendo a moto.

A cerca era energizada por volta de 13h, ao se deslocar para o trabalho e desligada quando retornava, às 5h do dia seguinte.

O homem está preso em uma das celas do 1º Distrito Policial de Dourados.

Fonte: DouradosAgora

Notícias parecidas

Mais  Delegado de MS é preso em megaoperação da Polícia Federal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *