Saiba o que fazer com a nota do Enem 2018

O Enem não é apenas um exame que mede o nível do conhecimento dos participantes sobre os conteúdos do ensino médio. Com a nota obtida na prova é possível disputar vaga em qualquer curso, na grande maioria das instituições de ensino brasileiras – inclusive nas públicas.

Dá também para financiar a faculdade a juros baixíssimos e com prazo camarada para pagar a dívida.

E se a gente disser que tem muito mais pela frente, você acredita?

Descubra agora mesmo o que fazer com a nota do Enem 2018 e prepare-se para dar o primeiro passo rumo ao sucesso profissional!

O que fazer com a nota do Enem 2018

Existem pelo menos quatro grandes maneiras de usar a sua nota no Enem para entrar no ensino superior.

Conheça todas elas a seguir:

1. Entre na universidade pública com a nota do Enem 2018

Você pode usar a nota obtida no Enem 2018 para tentar vaga pelo Sisu, o processo seletivo que distribui vagas em universidades públicas e institutos federais em todo o país.

– O que é preciso para participar? Basta ter feito o Enem mais recente e não ter zerado na redação. No caso do Enem 2018, você poderá concorrer no Sisu em 2019.

– Quem pode entrar na disputa? Qualquer pessoa que se encaixe no requisito acima. O Sisu não tem exigências de escolaridade ou renda.

– Quando acontece? Duas vezes por ano. A primeira edição abre normalmente em janeiro, logo depois da divulgação dos resultados do Enem. A segunda, no meio do ano. É preciso ficar ligado nas datas que o Ministério da Educação divulga pouco antes.

– Como é o processo seletivo? A seleção acontece totalmente por meio do site do Sisu, no período determinado. Em pouco menos de uma semana, os interessados se inscrevem, escolhem duas opções de curso e monitoram a nota de corte até o último dia. É permitido mudar de opção quantas vezes quiser. Há vagas por cotas e por livre concorrência.

Mais  Aluno dá soco em rosto de professor por causa de nota

– Que nota preciso tirar para ganhar uma vaga? De todos os processos seletivos que usam a nota do Enem, o Sisu é o mais concorrido. Você pode entrar na seleção com qualquer nota (desde que não tenha zerado a redação), mas é difícil conseguir vaga com menos de 680 pontos. Em Medicina, a nota de corte pode chegar a 900 pontos.

2. Ganhe uma bolsa de estudos com a nota do Enem 2018

Que tal estudar em uma boa faculdade particular com bolsa bancada pelo governo federal? Com o ProUni é possível. Os candidatos podem tentar uma bolsa parcial ou integral em cursos de diferentes áreas.

– O que é preciso para participar? Ter feito o Enem mais recente e obtido pelo menos 450 pontos na média das provas, sem ter zerado a redação.

– Quem pode entrar na disputa? O ProUni é direcionado a pessoas que se encaixam em determinado perfil socioeconômico. Por isso o MEC tem alguns critérios de participação: é preciso ter feito todo o ensino médio em escola pública ou ter estudado em escola particular na condição de bolsista integral. Além disso, é necessário comprovar renda familiar bruta mensal de até três salários mínimos por pessoa.

– Quando acontece? A primeira edição acontece no início do ano, logo que se encerra a seleção do Sisu. A segunda abre no meio do ano, antes do início do semestre letivo. As datas variam, por isso é preciso ficar de antena bem ligada.

– Como é o processo seletivo? Tudo é feito pela internet. O candidato que se encaixa nos requisitos acima se inscreve no site do ProUni, escolhe duas opções de curso e monitora a nota de corte dia após dia, até o encerramento da seleção. Dá para mudar de opção quantas vezes for necessário. O ProUni trabalha com cotas e ampla concorrência.

Mais  Justiça determina que município disponibilize monitores para transporte escolar

– Que nota preciso tirar para ganhar uma vaga? O ProUni é quase tão concorrido quanto o Sisu, mas as notas aqui são em média um pouco mais baixas. Dá para conseguir bolsa com uma média de 600 pontos. Se você procurar bem, encontra até algumas com a nota mínima exigida, que é de 450 pontos. O programa também disponibiliza vaga em cursos a distância, que normalmente são menos concorridos do que os presenciais.

3. Financie seus estudos com a nota do Enem 2018

Com o FIES você usa a nota do Enem para financiar cursos superiores com juros baixos. De quebra, ainda ganha um prazo super longo para pagar a dívida, que só começa a ser cobrada depois da formatura.

– O que é preciso para participar? Para concorrer ao financiamento, você pode usar a nota de qualquer Enem a partir de 2010. A pontuação exigida é de pelo menos 450 na média das provas, sem ter zerado a redação.

– Quem pode entrar na disputa? O FIES também é voltado para estudantes que se encaixam em certo perfil socioeconômico definido pelo MEC. A renda familiar bruta mensal deve ser de até cinco salários mínimos por pessoa.

– Quando acontece? No início e no meio do ano, sempre depois do encerramento do ProUni.

– Como é o processo seletivo? Muito similar ao do ProUni e o do Sisu, com a diferença de que aqui não há cotas. Tudo acontece pelo site do FIES. Durante a seleção, o candidato pode acompanhar as notas de corte e mudar de curso até encontrar aquele que se encaixe na sua pontuação.

– Que nota preciso tirar para ganhar uma vaga? O FIES é mais tranquilo do que o Sisu e o ProUni, mas ainda assim alguns cursos muito populares podem exigir notas de corte altíssimas, como é o caso de Medicina. Com um pouco de pesquisa você encontra vagas à disposição com a nota mínima, de 450 pontos.

Mais  A universidade britânica onde hologramas serão professores

4. Entre direto na faculdade particular com a nota do Enem 2018

O ingresso direto é a modalidade que permite ao aluno usar a nota do Enem para entrar na faculdade particular sem ter que encarar outro processo seletivo.

– O que é preciso para participar? Basta ter feito qualquer edição do Enem (a maioria pede a partir de 2010).

– Quem pode entrar na disputa? Aqui não tem critérios de renda, de escolaridade, de condição socioeconômica, nada. Todo mundo pode participar.

– Quando acontece? Sempre que as faculdades abrem seleção para novos estudantes.

– Como é o processo seletivo? Muito simples: basta informar as notas obtidas em cada uma das provas. Se você cumprir o requisito – ter nota igual ou superior à mínima exigida – a vaga já é sua. Aí basta levar a documentação necessária (que inclui o boletim de desempenho oficial do Enem) e fazer a matrícula.

– Que nota preciso tirar para ganhar uma vaga? Aqui não existe um parâmetro. Cada faculdade define a sua.

Fonte: MSN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *