quinta-feira, Maio 24

Tag: corrupção

Nova ministra já foi detida e é citada por Odebrecht e JBS

Nova ministra já foi detida e é citada por Odebrecht e JBS

Capa, Política
Escolhida pelo presidente Michel Temer (PMDB) para o Ministério do Trabalho, a deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) foi citada nas duas delações premiadas que sacudiram a política brasileira em 2017: a da Odebrecht e a da JBS. Executivos das empresas atribuíram a Cristiane, filha do ex-deputado federal Roberto Jefferson, cacique-mor do PTB e delator do mensalão, participação na negociação da suposta venda do apoio político do partido e o recebimento de dinheiro via caixa-dois nas eleições de 2014. O ex-diretor de Relações Institucionais da JBS Ricardo Saud disse aos procuradores do Ministério Público Federal (MPF) que a empresa comprou o apoio petebista à campanha presidencial do senador Aécio Neves (PSDB-MG). A nova ministra foi uma das principais articuladoras da adesão do parti
Cristiane Brasil, filha de Roberto Jefferson, será ministra do Trabalho

Cristiane Brasil, filha de Roberto Jefferson, será ministra do Trabalho

Destaque, Política
A deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ), filha do delator do mensalão, Roberto Jefferson, será a nova ministra do Trabalho. A informação foi confirmada pelo próprio Jefferson, após reunião com o presidente Michel Temer no Palácio do Jaburu na tarde desta quarta-feira (3). A escolha foi anunciada pela Presidência em nota.Entre lágrimas, Jefferson disse que a nomeação de sua filha é um "resgate" à sua imagem após o mensalão. O dirigente do partido foi o pivô do escândalo político e chegou a ser condenado e preso. Segundo ele, Temer consultou o líder do PTB na Câmara dos Deputados, Jovair Arantes (GO), e telefonou para a nova ministra para saber se eles aceitariam o convite. E teve resposta afirmativa de ambos. O Ministério do Trabalho está sem titular desde que o também deputado fed
Agência de Turismo investigada pela PF faturou R$ 9,6 milhões em contratos com governo

Agência de Turismo investigada pela PF faturou R$ 9,6 milhões em contratos com governo

Capa, MS, Polícia
A Polícia Federal cumpriu mandado de busca e apreensão na Agência de Turismo Aquiduana Tur nesta sexta-feira, 24 de novembro. A empresa recebeu do Governo do Estado R$ 9,6 milhões entre 2012 e 2016. Também foi cumprido mandado de busca e apreensão na residência da proprietária da empresa Ângela Miyuki Yasunaka Herradon. A empresa de Turismo consta como fornecedora ativa do governo do Estado. No portal da transparência consta que o poder Executivo repassou em 2012 R$ 3,4 milhões para a compra de passagens. Em 2013, foram pagos para a empresa de turismo R$ 4 milhões. Em 2014 a agência recebeu R$ 1,5 milhão. Em 2015 o repasse foi de R$ 750 mil. O contrato entre a Aquidauana Tur e a Secretaria de Governo era para aquisição de passagens aéreas nacionais e internacionais. A empresa é su
Funaro diz que Temer, Cunha e Alves levaram R$ 250 milhões da Caixa, diz jornal

Funaro diz que Temer, Cunha e Alves levaram R$ 250 milhões da Caixa, diz jornal

Política
O doleiro Lúcio Funaro, apontado como operador financeiro do PMDB, afirmou que o grupo político formado pelo presidente Michel Temer e os ex-deputados Eduardo Cunha e Henrique Eduardo Alves recebeu cerca de R$ 250 milhões em propinas decorrentes de créditos da Caixa Econômica Federal, repassados pelas vice-presidências de Pessoa Jurídica e Fundos de Governo e Loterias, segundo reportagem do jornal O Globo. As áreas foram controladas pelo PMDB e comandadas pelo ex-ministro Geddel Vieira Lima, preso no início deste mês, e Fabio Cleto. Funaro fechou um acordo de delação premiada já homologado pelo Supremo Tribunal Federal. De acordo com ele, Cunha funcionava como um “banco de propina” para deputados e, depois, virava “dono” dos mandatos de quem era beneficiado. Segundo o jornal, o doleiro
Planalto quer agir antes que Geddel decida falar, dizem aliados

Planalto quer agir antes que Geddel decida falar, dizem aliados

Brasil, Política
Depois da denúncia apresentada pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, contra Michel Temer, por obstrução de justiça e organização criminosa, o governo quer tentar paralisar a denúncia o máximo possível, no âmbito da Justiça, pelo menos até a próxima quarta-feira (20), quando o STF retomará o julgamento sobre as irregularidades no processo de delação dos donos da JBS. Se, ainda assim, o processo passar e chegar à Câmara, o governo trabalhará por uma tramitação rápida. E o motivo tem nome e sobrenome: Geddel Vieira Lima. Preso depois de a Polícia Federal encontrar R$ 51 milhões em apartamento que seria utilizado por ele, o governo já teme uma delação do ex-ministro. Ele foi chefe da Secretaria Geral de Temer e é amigo do presidente. Desde a prisão do ex-ministro, Temer não
Fachin aceita pedido e Joesley Batista e Ricardo Saud são presos pela PF

Fachin aceita pedido e Joesley Batista e Ricardo Saud são presos pela PF

Brasil, Polícia, Política
O empresário Joesley Batista, um dos donos da JBS, e o executivo da empresa Ricardo Saud se apresentaram e estão presos na sede da Polícia Federal, na Lapa, Zona Oeste de São Paulo, desde as 14h05 deste domingo (10) após o relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, acatar os pedidos de prisão. Joesley deixou a casa do pai no Jardim Europa às 13h45, na Zona Sul de São Paulo, rumo à Polícia Federal, e Saud, seu apartamento no Morumbi, também na Zona Sul. O pedido ao STF foi feito pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, nesta sexta-feira (8). Além de Joesley e Saud, Janot pediu a presião do ex-procurador da República Marcelo Miller. Com a autorização de prisão pelo relator, o acordo de delação premiada firmado entre a JBS e a Procura
Grana do caixa 2 era pouca, teria reclamado Beto Richa

Grana do caixa 2 era pouca, teria reclamado Beto Richa

Brasil, Destaque, Política
Como publicado pelo “G1”, além de Richa, estavam presentes no encontro o atual presidente da Assembleia Legislativa, o deputado Ademar Traiano (PSDB), e o secretário de Cerimonial e Relações Internacionais Ezequias Moreira. O delator disse não ter participado da reunião e que foi informado sobre o que foi discutido por Traiano. O parlamentar teria dito que Richa questionou o fato de ter recebido apenas R$ 300 mil de Fanini. O ex-diretor teria ficado irritado: “O Ezequias não me defendeu? Só para ele, eu dei R$ 3,5 milhões”. A Valor foi o principal alvo da Operação Quadro Negro, que apura desvios de dinheiro destinado à construção de escolas estaduais no Paraná. Segundo as investigações, a fraude chega a R$ 20 milhões. Fonte: Notícias ao Minuto
Delator, amigo de Gilmar, filmava tudo e entrega prefeito e até ministro

Delator, amigo de Gilmar, filmava tudo e entrega prefeito e até ministro

Brasil, Política
A amizade entre o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes e o delator da Operação Sodoma, ex-governador de Mato Grosso Silval Barbosa, é indescritível e muito forte, a ponto de Gilmar ter sido o primeiro a ligar para Silval, oferecendo-se e colocando-se a disposição, quando este sofreu a primeira investida da Polícia Federal e do MPF, numa ação de busca e apreensão. Na época, todos os telefones do então governador estavam grampeados e uma conversa entre ele e o ministro do STF foi interceptada. No bate-papo entre amigos, Gilmar garantia que iria interceder junto a outros ministros do STF, no sentido de tentar resolver o problema de Silval. Veja o vídeo com a malfadada conversa: O fato é que mesmo com a possível interferência de Gilmar Mendes, as investigações
Prefeita recebendo propina choca as redes sociais

Prefeita recebendo propina choca as redes sociais

Brasil, Política
Uma senhora elegante, bonita, sorridente e corrupta. O vídeo é nauseante. Luciane Bezerra, esposa de um ex-deputado estadual, ela foi presidente do Instituto de Terras de Mato Grosso, tendo deixado o cargo para se candidatar e ser eleita prefeita de Juara (MT). A cidade é a principal da região noroeste do estado, fica localizada a 730 km da Capital, Cuiabá e possui atualmente uma população superior a 30 mil habitantes. Dona Luciane, tudo indica, deve estar se esbaldando como prefeita, dedicando-se a arquitetar esquemas espúrios como este delatado pelo ex-governador Silval Barbosa. Veja o vídeo abaixo e constate a desfaçatez da prefeita. Um absurdo! Fonte: Jornal Cidade Online
Gravação da JBS cita quatro ministros do STF

Gravação da JBS cita quatro ministros do STF

Brasil, Política
A gravação de quatro horas que poderá levar à anulação da delação premiada dos executivos da JBS traz menções comprometedoras a quatro ministros do Supremo Tribunal Federal. Uma dessas menções é considerada “gravíssima” pelos procuradores – embora as demais, nas palavras de quem as ouviu, também causem embaraços aos envolvidos. Fontes com acesso ao áudio revelaram a VEJA que os ministros são citados pelos delatores Joesley Batista e Ricardo Saud em situações que denotam “diferentes níveis de gravidade”. Algumas são consideradas até banais, mas “ruins” para a imagem dos ministros. Mas uma delas, em especial, se destaca por enredar um dos onze ministros da corte em um episódio que parece “mais comprometedor”. A expectativa é de que o Supremo torne a gravação pública nesta terça-f