qua. fev 20th, 2019

Tripla colisão deixa três carretas em chamas em MS

Um grave acidente ocorrido no início da noite dessa quinta-feira, 20 de dezembro, envolvendo três carretas interditou por várias horas o trafego na Rodovia 295, trecho que liga as cidades de Tacuru a Iguatemi, no Cone Sul do Estado. O acidente ocorreu nas proximidades do Rio Jogui, distante cerca de 10 quilômetros da cidade de Iguatemi.

Segundo o jornalista Orisvaldo Sales, o “Kareca”, que esteve no local, após uma carreta bitrem com problemas mecânicos parar às margens da rodovia estadual que não tem acostamento, outra carreta que se deslocava no mesmo sentido da rodovia, Tacuru a Iguatemi, parou para prestar socorro.

Nesse instante o motorista de uma terceira carreta que se deslocava no mesmo sentido da rodovia estadual não teria percebido as carretas paradas à sua frente e chocou violentamente com a traseira da primeira carreta, que pela força do impacto, acabou impulsionada e se chocado contra a outra carreta que estava logo à frente.

Os três veículos de carga, dois carregados com milho e um com areia de construção, acabaram parando atravessados na pista de rolamento da rodovia. Todos acabaram pegando fogo, foram destruídos pelas chamas e inclusive o fogo acabou se alastrando pela vegetação dos dois lados da rodovia.

Segundo Kareca, com apenas escoriações leves, os condutores das três carretas, Aparecido Rodrigues Chaves, de 52 anos, morador em Mariluz, estado do Paraná, André Luiz de Melo, de 34 anos, morador em Iguatemi e Emídio Flores Garai, de 58 anos, morador em Ponta Porã, receberam atendimento no PAM (Pronto Atendimento Municipal) da prefeitura, em Iguatemi.

Segundo o delegado regional de Polícia Civil em Naviraí, Dr. Claudineis Galinari, a rodovia estadual permaneceu interditada até a equipe da perícia técnica realizar os levantamentos no local e um laudo pericial deverá apontar as causas reais do acidente.

Segundo Orisvaldo Sales, informações levantadas no local indicam que nenhuma das três carretas tinha seguro. Uma equipe da PMRE (Polícia Militar Rodoviária Estadual) da base operacional de Amambai esteve no local do acidente realizando os levantamentos de praxe.

Fonte: DouradosAgora

Notícias parecidas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *